Newsletter do gaijin-senpai (14/07): Rita Ora, Ed Sheeran, Billie Eilish etc.

Uma vez por semana (?), esse blog deixa de lado as pautas sobre bobagens que permeiam o mundinho pop oriental para se focar em… Bobagens que permeiam o mundinho pop ocidental. O que de mais comentável rolou desse lado do globo terrestre nos últimos sei lá quantos dias? Venha descobrir…

RITA ORA SOLTA SUA PRÓPRIA “WHAT YOU WAITING FOR”

Tem essa gostosa de UK que sou bastante stan chamada Rita Ora. É um daqueles casos curiosos de gente que tinha tudo pra dar errado, mas, sabe-se lá como, conseguiu dar a volta por cima e acontecer no mainstream. Ela era uma aposta da Roc Nation na Europa, debutou por lá com certa relevância, até que uma série de eventos, incluindo uma gerência ruim nos EUA e o Calvin Harris sabotando o segundo álbum de estúdio dela, que ele havia produzido, apenas por ela terminar o namoro com ele, a jogaram num ostracismo musical por um tempão. Nesse intervalo, ela se tornou jurada de vários reality shows, apresentadora daquele programa da Tyra Banks e figura carimbada em propaganda de qualquer coisa.

De alguma forma que ninguém sabe explicar como, esses “trabalhos paralelos” funcionaram em manter sua imagem aquecida, permitindo que ela retornasse triunfantemente ao jogo uns dois anos atrás, com uma série de singles bem sucedidos e um ótimo segundo álbum totalmente diferente do que foi jogado no lixo pelo ex. Essa “Ritual” acima é uma parceria com os produtores/DJs Tiesto e Jonas Blue, sendo bem aquele dance despretensioso e totalmente diferente da onda mais chill e “artística” que boa parte do mainstream tem apostado. O pacote todo me lembra What You Waiting For, da Anda, que vocês sabem que é minha favorita do ano até aqui. Então, podem dar play sem medo que o bop é garantido. Só não entendi direito o clipe “de humanas”, com ela e seus bailarinos fazendo aquele tipo de “performance contemporânea” que comumente vêm com explicações complicadas demais para justificar um monte de gente de pouca roupa se esfregando. Risos.

ED SHEERAN LANÇA ÁLBUM DE COLLABS QUE EU AINDA NÃO OUVI…

…com exceção desse feature aqui com Cardi B e Camilinha Cabello, que semana passada tava colaborando com o genérico do Ed Sheeran na ótima Senõrita (que está em #1 no UK CHARTS essa semana e em #5 na Hot 100 da Billboard, pra vocês que se importam com números) e agora tá junto do verdadeiro. Acho que serei minoria nisso, mas curto bastante o trabalho do Ed Sheeran. Acho que, dentro os solistas masculinos atuais, ele é um dos que melhor conseguem bolar faixas um pouco mais afiadas em melodias, instrumentais e coisas desse tipo. Essa “South of the Border” não é exceção, brincando com um uns sintetizadores que parecem instrumentos indígenas num arranjo R&B gostosinho de ouvir. A voz de catarro da Cabello, como eu disse semana passada, casa legal em duetos. Só achei o rap da Cardi B meio desnecessário no pacote todo, mas não compromete tanto assim a experiência.

FALANDO EM CABELLO…

O dinheiro do Simon Cowell (ainda é ele que manda na carreira dela, né?) está sendo bem utilizado, pois ela está em todas! Outro feature recente é esse com o Mark Ronson em “Find U Again”, numa roupagem oitentista bem legal de ouvir – e diferente do que o resto da galera têm apostado atualmente. Tiffany devia estar fazendo troços assim em sua carreira ocidental fracassada, poxa…

BILLIE EILISH, NOVA ~ALTERNATIVA~ DO MAINSTREAM, RELANÇOU MÚSICA COM “CANCELADO” DO POP…

A cada três ou quatro rotações da Terra no sol, surge uma nova promessa “indie” (através de uma grande gravadora) no pop, que é vendida como a coisa mais “orgânica”, “verdadeira” e “gutural” do momento. Dadas as devidas adaptações de época, foi assim como a Lily Allen, com a Lana Del Rey, com a Melanie Martinez e, recentemente, com a Lorde. A nova figura a seguir esse arquétipo-para-gente-que-não-quer-admitir-que-gosta-de-pop é essa pirralha chamada Billie Eilish, cultuadíssima entre os roqueirinhos que querem pagar de intelectuais e alternativos ao redor do globo.

Imagino que a cabeça dessa galera deve ter virado do avesso com ela relançando essa “Bad Guy” (peak de #2 no UK CHARTS e na Hot 100 da Billboard, a meininha alternê é um fenômeno mainstream, risos) em parceria com o Justin Bieber, avatar do que esse povo, supostamente, mais odeia no mundo popzin. Bobagens pedantes de lado, a música é boa. Se ainda não tiverem ouvido, sugiro darem uma olhada também na versão original.

BEYONCÉ E SEU BALADÃO PRO FILME DO REI LEÃO…

Alguém aí já conferiu o live-action do Rei Leão? To com uma preguiça enorme de ir ao cinema assistir o que, no trailer, me parece um documentário do Animal Planet sem o carisma da animação original. É legal? Devo gastar meu escasso dinheirinho nisso ou posso ficar só com o baladão que a Beyoncé gravou para sua personagem na trama?

Aliais, “Spirit” está bem legal dentro dessas limitações de músicas emotivas, literalmente, para filmes da Disney. Podia ter rolado mais dela no álbum da trilha sonora do filme.

NOVA MÚSICA DA NOVA PEQUENA SEREIA COM SUA IRMÃ…

Ainda nesse meio de trecos da Beyoncé com a Disney, a dupla Chloe X Halle, com a nova Pequena Sereia (que as pessoas querem nos fazer acreditar que odiaram por “não ser ruiva”) e sua irmã, ambas apoiadas pelo selo pessoal da Beyoncé, lançaram essa baladinha estranha para aquele spin-off de “Black-ish” (nunca vi “Grown-ish”, vale o tempo?), do qual ambas fazem parte do elenco. Achei o clima fumado bem imersivo. Provavelmente nunca mais escutarei, mas está bem legal.

JÃO ESTÁ LOUQUINHO…

Vindo pro Brasil, esse Jão, cujo repertório eu, particularmente, acho que varia entre bostas sonolentas e bostas que dão um tiquinho de vergonha alheia (“Porra, a gente se ama e isso é lindo demais”? HUAHUAHUA), tá de volta com uma faixa híbrida nesses dois concepts. O instrumental é tão boboca que chega a ser cansativo escutar até o fim, enquanto a letra parece feita por um moleque de 12 anos se achando poeta. Se a ideia toda fosse mais prum lado propositalmente tosco (tipo, vá lá, Jaloo, Matheus Carrilho e variações), até rolaria, mas tudo isso parece ser feito se levando a sério, huuuuuh.

OUTRA MÚSICA DA ANITTA QUE SE PARECE COM OUTRAS MÚSICAS DA ANITTA…

A Anitta já deve ter lançado umas quarenta e seis músicas só esse ano. E eu não reclamaria de excesso de informação se as faixas fossem um tiquinho mais variadas. Mas sinto que já ouvi esse instrumental de “Muito Calor” em, ao menos, outras quatro ou cinco faixas trabalhadas por ela nos últimos meses.

E nem estou sendo hiperbólico, os exemplos estão aqui, aqui, aqui, aqui e aqui. Encheu o saco já.

…..

….

..

.

E… Tá aí o que rolou de mais comentável essa semana. Voltamos com mais porcarias ocidentais domingo que vem! 😀

2 comentários em “Newsletter do gaijin-senpai (14/07): Rita Ora, Ed Sheeran, Billie Eilish etc.

  1. Eu achei essa participação do JB em Bad Guy tão… podre, não curti como a voz dele soou na música, isso porque eu curto o timbre dele, provavelmente a gravadora da garota está desesperada pra conseguir o #1, porque até o momento ela já chegou bem perto (#3), mas Old Town Road e seus milhões de remixes tá aí a dez mil anos no primeiro lugar, acho que ainda vai ser meio difícil em…
    O novo álbum do Ed tá meio estranho, tem uns trecos que eu curti bastante, mas o resto… Sei lá, tá esquisito isso, parece um monte de gênero musical jogado no liquidificador, mas não acho que esteja ruim não, só não muito pro meu gosto mesmo, recomendo ouvir Blow, é um rock (?) com o Bruno Mars e o Chris Stapleton.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Já esqueci da maioria, gente quando fui clicando nos link da anita, cara instrumental tudo parecido mesmo, fiquei com dó dela, mas é vai na fé que uma hora vai hitar alguma..

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s