“BIM BAM BUM” é uma bagunça e Rocket Punch tem o pior debut de girlgroup desde Weki Meki

A única coisa que presta aqui é a onça avulsa passeando pelo MV.

Outro grupo que debutou recentemente foi esse Rocket Punch, da Woollim (Lovelyz, Infinite), composto por várias pirralhas coreanas (algumas delas participaram do Produce 48) e uma japonesa ex-AKB48 gostosinha que, pelo que entendi, ainda que fizesse certo sucesso dentro do gigantesco mundo idol 48, decidiu tentar a vida no K-Pop após não entrar no IZ*ONE. A propósito, o IZ*ONE conta também com outras duas meninas da empresa, o que me surpreende positivamente nesse debut.

É interessante a Woollim aproveitar corretamente a eventual fama que as trainees adquiriram ao longo do programa para já jogá-las no mercado, mas deixando a dupla que venceu fazer dinheiro com a MNET em vez de cometer os erros que as gravadoras cometeram durante o run Produce 101/I.O.I, com Starship metendo a gracinha que grita no Cosmic Girls porque sim, Jellyfish tirando as duas lá pro Gugudan ou Fantagio e Pledis segurando várias ex-participantes durante um tempão só para que Weki Meki e Pristin contassem com as minas do I.O.I. É bom, pra variar, ver o timing sendo usado corretamente aqui.

Infelizmente, essa é a única coisa que eu tenho de positiva pra falar desse debut, já que o single escolhido, BIM BAM BUM, é uma das piores porcarias que escutei esse ano, fazendo frente com o já citado Weki Meki e com o Red Velvet ao título de pior estreia de girlgroup em todos os tempos.

credo

que nojo

“BIM BAM BUM” é uma bagunça. E não estou falando de bagunças sonoras interessantes e bem construídas, como I Got a Boy, Zimzalabim ou NAMONGA DALLA DALLA YEAH. Essas 3 faixas possuem fios condutores bem consistentes, que fazem de todas as multirreferências nelas, quase esquizofrênicas à cabeça, bem amarradas no fim. Sim de bagunça mal feita, mal costurada, pouco ousada, onde as sei lá quantas variações (demasiadamente desinteressantes) são só jogadas na track, avulsas demais para serem levadas a sério.

Começa como uma balada, aí adquire ares tropicais, depois do refrão começa um batidão, aí o segundo refrão adiciona umas melodias que não tinham sido mostradas antes, só que estranhas demais no pacote todo, com uma bateria eletrônica meio dissonante por trás. Ouço isso e não sinto que há uma continuidade no pacote todo. Não é uma audição agradável. E como dá pra enxergar um certo investimento de produção por trás, nem dá para aproveitar como algo trash, tipo Garota Sangue Bom Tipo B, do Blady, ou trecos parecidos. Curti não.

Enfim, elas são de uma empresa que costuma angariar bons produtores para seus acts, que por essas qualidades musicais acabam juntando quantidades saudáveis de fãs para que se mantenham durantes anos (Lovelyz tá aí como grupo de escalão C de sucesso há tempos, Epik High e Infinite ainda são referência para muita coisa). Torcerei para que, em eventuais comebacks, as coisas mudem e os bops merecidos como title venham. Por enquanto, achei terrível.

4 comentários em ““BIM BAM BUM” é uma bagunça e Rocket Punch tem o pior debut de girlgroup desde Weki Meki

  1. A onça distraindo as fofas no final HAHAHAHAHAHAHA!

    O MV é lindo, como se espera de um ato de K-pop. E por incrível que pareça, acho que eu só preciso ouvir essa músicas mais algumas vezes pra que eu goste dela. Vou dar tempo ao tempo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s