Time Machine: em “I Swear”, Sistar entregou o melhor single de verão de todos os tempos (2014)

E aí que o verão já está rolando lá na Coreia do Sul e, como era de se esperar, diferentes acts vêm lançando um sem número de faixas condizentes com a estação. Algumas melhores que outras, claro, mas isso já é normal do nicho. Normal também é o inevitável pensamento dos capopeiros mais velhos em associar essa época do ano às ex-rainhas dos bops vibrantes. Não, não estou falando de Marina Lima e Renato Rocketh de bundinha de fora, topless na areia, virando sereia. Sim das gostosas do Sistar, que partiram dessa pruma pior há uns anos, mas sempre pairarão o imaginário coletivo quando a temperatura subir e algum vendedor passar na areia perguntando “vai um milho aí, pai?”.

E dando continuidade a essa que é uma das minhas coluninhas favoritas nisso de blogosfera fundo de quintal, aproveitemos o ensejo para relembrar o que eu considero não só a melhor faixa do finado quarteto, mas também como o maior jam de verão em todos os tempos: I Swear

E que, curiosamente, acabou se tornando um dos maiores fracassos comerciais delas, mas falarei disso mais pra frente.

Antes disso, posso confessar uma coisa? O Sistar passou a funcionar comigo muito mais depois do disband. Nem sei se há alguma explicação lógica pra isso. Acho que elas, em minha cabeça, eram tipo aquele clichê de uma garota na escola que era bem linda, bem interessante, mas que acabou sendo só amiga desde sempre, sem que os outros (incríveis) atributos fossem notados com outros olhares. E aí, todos se formam, essa menina posta foto com o namorado no Instagram e eu fico meio “huh, por que será que, só agora, eu queria que ela sentasse na minha cara?”. Entendem?

Estou mais ou menos assim com Hyolyn e suas dançarinas. Do meio do ano retrasado pra cá, quase todo o repertório delas ganhou um brilho comigo que eu nunquinha tinha reparado antes. Mesmo So Cool, que eu achava meio bosta, me é hoje um bop incontestável. Vai entender.

Dito isso, é válido contar que a única exceção à tal indiferença sempre foi “I Swear”, que eu grito que é hino desde o verão (coreano) de 2014. Há algo nela como música que me desperta um sentimentalismo reconfortante. É como se fosse milimetricamente montada para ir substituindo tristeza, raiva, preguiça e coisas do tipo por esperança, felicidade, vontade de sair correndo e cantando pela rua como se a vida fosse um eterno verão.

Meio idiota de se explicar com palavras, eu sei. Só que algumas coisas não são mesmo explicáveis. Tem canções que, sejam elas de qualidade boa ou duvidosa, conseguem fazer com que sintamos algo. Nesse âmbito de ~fórmula da felicidade~, “I Swear” fica ali na mesma prateleira de trecos do tipo:

“Aladdin”, do Wednesday Campanella, com KOM_I fazendo umas metáforas envolvendo o conto das mil e uma noites por cima de um instrumental oitentista desnorteante…

“Dream Girls”, com fadinhas de cristal do I.O.I cantando sobre correr atrás de seus sonhos num pop idol exageraaaaado, mas bem bonitinho e emocionante – principalmente na bridge, com Somi icônica conseguindo escalar a parede e apertar o botão…

“Run”, com o BTS entregando um dreampop radiante, cuja crescente é capaz de arrepiar os cabelinhos das costas…

“Extraordinary”, do Clean Bandit com sei lá quem, passando de algo mais frio e melancólico prum jam de empolgação contagiante…

“Anywhere”, com a Rita Ora fazendo basicamente a mesma coisa, mas com outros usos de sintetizadores. E por aí vai.

Voltando ao Sistar, enquanto temos isso aí apenas no âmbito sonoro, no visual, elas conseguem fazer valer o título de rainhas do summer concept, vendendo essa história de “somos amigas gostosas e decidimos deixar as obrigações de lado esse fim de semana para curtir o sol” com uma veracidade incrível.

Aah, eu disse lá em cima que esse havia sido um dos maiores fracassos comerciais do grupo. De fato, foi. Só 856 mil cópias vendidas contra as 1,600,000 da delícia anterior, “Touch My Body”, e os 1,554,000 da delícia posterior, “Shake It”. Risos que até hoje tem sone e blackjack mordido contestando a posição delas na parede inquebrável em épocas onde isso ainda importava.

Enfim, por essas e outras, “I Swear” é a minha faixa favorita do Sistar e, em minha opinião, o melhor single coreano de verão que jamais será superado na história do capope.


A título de curiosidade, minha preferida entre as contribuições do capope para a estação mais quente nesse ano é essa delicinha aqui:

Por ironia do destino, lançada pelas “irmãs mais novas” de Hyolyn e cia. O mundo roda, mas algumas coisas não saem do lugar.

4 comentários em “Time Machine: em “I Swear”, Sistar entregou o melhor single de verão de todos os tempos (2014)

  1. Ah, Ciscar, as eternas rainhas do verão…

    Também só comecei a gostar delas pouco antes do disband (talvez por ter conhecido elas com Shake It, que ainda acho horrível nos dias atuais). Mas I Swear é ótima, mesmo. O fracasso deve ter sido por vir depois de Touch My Body, que é a música icônica delas, mas o MV dá de dez a zero em TMB.

    Saudades dessas gatas, com a líder morenaça do vozeirão (ainda bem que a Hyolyn continua na ativa), a lead vocal tão boa quanto a main vocal, e a pior rapper do k-pop que só tinha como atributo ser gostosa… ah sim, dizem que tinha uma quarta integrante, mas acho que nunca vi ela cantando então acho que era só uma dançarina fixa, mesmo.

    O triste é que com o fim do Sistar (e as coleguinhas do AOA na UTI), falta algum grupo que salve o verão coreano… quem poderia ocupar o trono? Apink em sua nova fase piriguete e mal-plastificada? LOONA? G-IDLE? Vamos ver o que o tempo vai revelar…

    Curtir

      1. Elas vão se apresentar num festival de k-pop em Los Angeles na sexta. Tem orbits achando que elas podem estrear single novo no festival, mas eu duvido; já fico feliz se a BBC pelo menos consertar o cabelo da Choerry (ela parou com a tintura roxa mas não tirou a que já estava no cabelo, e o resultado tá medonho).

        Curtir

Deixe uma resposta para Brave Sound Drop It Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s