PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de agosto

Não sei se por eu estar sem tempo, já que comecei numa nova faculdade esse mês, ou por acaso do destino, mas achei agosto bastante fraco em lançamentos dentro do pop asiático. Impressão só minha ou vocês concordam? Enfim, essa escassez se refletirá nessa atualização mensal da playlist aqui do blog, que ganha apenas TREZE adições. Todas elas valeram a pena, têm umas duas ali que, provavelmente, rankearão bem alto no topzão dos trecos todos e… Bom, é isso aí.

Vamos aos comentários faixa a faixa.

01) TIFFANY – MAGNETIC MOON: Pra mim, o auge da carreira “americana” da Tiffany. Não tem absolutamente nada a ver com o que cantoras pop vêm fazendo nos EUA atualmente, se assemelhando bem mais ao que acts entregam para charts europeus, o que me faz questionar ainda mais as decisões de promoção dela. Mas, fuen, quem se preocupa com isso enquanto algo tão legal quanto “Magnetic Moon” toca aos ouvidos? Eu que não.

02) SUNMI – LALALAY: Como disse no post de ontem, as músicas da Sunmi costumam ter um prazo de validade bem curto no meu celular. Enquanto está quentinha, me limitarei apenas a gritar que “LALALAY” é um hino psicodélico divertidíssimo de ouvir. Só não me perguntem, lá para outubro ou novembro, se ainda acharei isso…

03) EVERGLOW – YOU DON’T KNOW ME: Nugus de luxo entregando aquilo de dance eletrônico misturado com batidão de olodum que Namie Amuro e Demi Lovato já fizeram antes em “Hands on Me” e “Instruction”. Tão solar e pra cima que não entendi como não escolheram pra title.

04) FANATICS – SUNDAY: Debut gostosinho dessas outras aí, num limiar bacana entre o aegyo e o tropical house. Bem coerente com a estação e efetivo pela ausência de coisas parecidas recentemente.

05) VO. ALISA – MOVE MOUNTAINS: Vocês provavelmente não conhecem essa aqui, mas é uma pérola bonitinha da trilha sonora do anime “Carole e Tuesday” (available on Netflix, rs). A soma de letra motivacional com instrumental dançante faz desse um pacote emotivo completo no que se propõe (rebolar com a mão no coração). Ouçam sem medo.

06) WEKI MEKI – TIKI-TAKA (99%): Ícones do Weki Meki com mais um bopzão chiclete para a coleção. O refrão dessa aqui é anfetamina pura. Impossível passar despercebido. Se ainda não tiverem dado uma chance, tomem vergonha na cara…

07) RED VELVET – UMPAH UMPAH: Esses números funky neo discos mais elegantes não são novidade no repertório de album tracks do Red Velvet, então que bom que, finalmente, um deles viu a luz do dia como title. Com o plus weird dos “UMPAH PAH UMPAH PAH” satânicos que são a cara dos lead singles das cinco brotoejas do cramunhão sendo repetidos exaustivamente.

08) FAKY – GIRLS GOTTA LIVE: Faky finalmente de volta, novamente com cinco integrantes e ainda outro daqueles números girly little-mix-fifth-harmony que ficam uma maravilha quando bem executados. O baixo super em evidência, as palmas, as harmonias vocais bem colocadas, o vídeo com elas dançando. Por mim, tudo on point.

09) KODA KUMI – GOLDFINGER 2019: Gostaria de ter esse desprendimento.

10) YAYOI DAIMON – #KETSUFURE: Bobagem avulsa com uma rapper japonesa falando sobre bundas por cima de uma base de funk. Tudo tão aleatório que faz a volta e se torna cult.

11) G-REYISH – KKILI KKILI: Nugus sugeridas por Luan Das Luzes conquistando meu frio coração com sua farofa ridícula cantanda por vocaloids desafinados. Me sinto de volta à era de ouro do K-Pop.

12) MYTH & ROID – PANTA RHEI: Ainda nisso de vocais robóticos, esse grupo japonês fazendo o mesmo, mas num instrumental que mescla metal com edm. Vocês vão odiar, pois são uns basics que só escutam os mesmos bagulhos sempre, mas eu, que sou hipster, estou adorando desde o lançamento.

13) EVERGLOW – ADIOS: Encerrando (yup, playlist pequenininha), temos o tchauzinho do Everglow com esse pancadão Jovem Pan anos 2000 que pouca gente ainda aposta no K-Pop. Particularmente, adoro o pré-refrão, com elas repetindo “goodbye, orrevuá, adios” intercalados com sussurros de telesexo. Arte.

E… Cabou. Amanhã começa setembro e, huh, é. Foda-se o debut do grupo do Produce X-101. Bjokas do tio Lunei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s