Highlights de 2019: Anda – What You Waiting For

Ahein. Ó só quem tá de volta! :v

Bom, vários de vocês já sabem a história toda, mas vai um resuminho: matei o blog semifamoso que tinha no final do ano passado por odiar o nome dele, aí fiquei um tempão fora e perdi o apelo com os jovens (tipo o Brown Eyed Girls), tentei retomar a semifama depois com esse aqui, aí tive uns problemas de tempo, saúde, blá blá blá, rolou hiato, postei só as atualizações da playlist e, enfim, estou aqui novamente tentando preencher o espaço deixado pelo semihit que era o Esquadrão. Que seminteressante, não?

Mas enfim, um dos problemas dessas idas e vindas, além de ser jogado no ostracismo da blogosfera fundo de quintal asian pop, algo específico demais, foi eu ter perdido a oportunidade de comentar uma porção de trecos realmente excelentes que rolaram ao longo de 2019. Eu daria meus pitacos a respeito de tais bops eventualmente, já que todos aparecerão no icônico top 100 imitando o layout do Asian Mixtape que eu soltarei no fim do mês, mas come on, vocês não perderiam a chance de ver esse velho aqui deitando para várias hecatombes do pop asiático tal como se estivéssemos em 2014 e textos assim ainda atraíssem a atenção de alguém, né?

Então, para começar, vamos à uma das candidatas mais fortes ao título de SOTY: Anda, que agora é da YG, embora não seja de verdade, e provavelmente amargará anos e anos no porão da gravadora daqui em diante, com sua maravilhosa farofa sobre não aguentar mais esperar o cara pegar ela…

Antes de tudo, vale comentar que a Anda não só não é nova dentro do cenário musical sul-coreano, como já é velha de guerra em minhas playlists pessoais em suas diferentes tentativas musicais. Ela debutou em 2012 com o toscovilhoso nome ANDAMIRO numa dessas empresas quaisquer, que até conseguem uma verba “ok” para demos e MVs (Hypnotize funciona até hoje, huh), mas não costumam levar seus acts muito longe.

E eu bem poderia pagar aqui de exímio conhecedor de artistas dos guetos coreanos, mas a real é que não só eu, mas a maioria da galera que acompanhava K-Pop à época só deu qualquer foda para a gracinha plastificada depois no preenchimento labial nessa bobagem divertidíssima aqui:

“Artista do K-Pop chama atenção por insinuações ao lesbianismo em seu novo videoclipe.” – Algum site apelativo em 2015.

“Touch” foi daqueles casos onde a “notícia” chamou mais atenção que a música em si dentro da fanbase. O clipe ~polêmico~, as tiradas sexuais e tudo mais acabaram ofuscando essa versão mais pesada e farofa de Awoo, da Lim Kim. E talvez ofuscando a própria carreira da Anda, que mofou por mais uns anos dentro de outra empresa qualquer, que ainda teve a pachorra de tentar vendê-la como rapper na época que o Unpretty Rapstar fazia barulho na TV a cabo:

HUAHUAHUAHUAHUA

Se anos mais tarde, musicalmente, ela foi salva pelo Primary no espetacular EP em parceria deles (ouçam o Do Worry Be Happy inteirinho no Spotify, 3 das 4 faixas dele entraram no meu ranking de melhores do ano passado, com Moonlight pegando top 10 ainda), “midiaticamente”, foi outro fóssil do K-Pop que a resgatou:

Em seu último comeback, Seungri, do BIGBANG (aquele que supostamente abandonou a vida idol após toda a polêmica dele possivelmente fazer parte de esquemas de prostituição em boates, o que inclusive contribuiu para tirar o Papa YG da liderança da YG, lembram?) inseriu Anda como sua Olivia Newton John no videoclipe da gostosinha “1, 2, 3!”, colocando-a, inclusive, em apresentações ao vivo feitas naqueles programas Raul Gil da TV a cabo.

Tal feature ajudou a alimentar o burburinho da contratação de Anda pela YGX, braço pobre e sem glamour da YG Entertainment. O resultado dessa história toda foi What You Wainting For, parceria dela com um tal de R.Tee:

A má vontade para dançar, cantar ou fazer qualquer expressão facial satisfatória ❤

Vejo “What You Waiting For” como um daqueles bons exemplos onde todos os fatores envolvidos contribuem para que o lançamento seja algo excelente.

Musicalmente, temos um dance pop ~futurista~ de fácil assimilação, com versos grudentos, um refrão instrumental pesado e cativante e toda uma aura 2000s que meio que fez do K-Pop o que era o K-Pop no início dessa década (as coisas só começaram a ficar “conceituais” lá por 2015, com o BTS hitando “I Need U” e “Run”, antes a música pop coreana era música por ser música mesmo, não por ~mensagem~). Isso somado à letra quase explícita sobre ela já não aguentar mais esperar a timidez do cara e querer que ele lhe dê logo uns pegas (em dado momento, ela literalmente diz que ele precisar “colocar” nela), atinge um nível de sapequice sonora que há muito não víamos.

E as coisas ainda ganham uma nova camada através do MV bem preparado, com Anda “se conectando” às capacidades da YG, sendo “colocada em uma caixa” e transformada de cantora alternativa (com as roupas brancas) numa idol “de verdade” (quando ela se olha no espelho e ganha aquele vestido cintilante). Daí pra frente, é só deleite visual, com uma coreografia cheia de point moments repetíveis e todas as coisas esperáveis de um bom capope farofa da era de ouro.

Infelizmente, nem mesmo entrar em uma das big3 foi o suficiente para tirar a Anda do flop. “What You Waiting For” até fez certo barulho em plataformas como YouTube e Spotify durante seu lançamento, mas nada que, de fato, mudasse seu status dentro do público sul-coreano. Obviamente, o escândalo envolvendo o Seungri e a YG à época contribuiu para a má vontade do nacional médio em consumir tal pancadão, mas, huh, acho que é só mais fácil admitir que certos artistas, ainda que com repertórios bons, jamais terão o praise merecido.


Melhor “Whay You Waiting For” em todos os tempos. Nem ousem discordar.

5 comentários em “Highlights de 2019: Anda – What You Waiting For

  1. SOTY sim, outras que lutem. Eu acho que o escândalo do Seugri atrapalhou MUITO essa fase da carreira dela, ela foi canceladissima porque juravam que era ela uma das cantoras que trocou favores sexuais por benefícios na carreira. Não acho que ela teria um comeback de grande sucesso, mas essa polêmica impediu ela de ter qualquer chance de um sucessozinho que fosse #injusticada

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s