“Fórmula ITZY” segue maravilhosa em “Wannabe”, mais novo bop das pirralhas da JYP

Uma bela porção de grupos debutaram recentemente. No ano passado foram 30, segundo o Wikipédia. Nenhum deles tem se mostrado tão interessante quando o ITZY em questão de ideia e execução. E se os singles soltos em 2019, ainda que ligeiramente confusos e exagerados, já tinham me agradado bastante, em Wannabetitle de seu primeiro mini-álbum, “IT’z ME”, as novas pirralhas da JYP atingiram o ápice de sua “fórmula ITZY”:

Fórmula ITZY essa, no caso, que se resume em entregar um pancadão dançante de instrumental caprichado no peso, mas com espaços para que elas executem um aegyo bubblegum ligeiramente debochado que cai muito bem aos ouvidos, utilizado para cantar sobre elas não precisarem da opinião de ninguém para se sentirem grandes gostosas e coisas do tipo. Por mim, tudo ótimo.

Sou apaixonado por acts que passam mensagens positivas em suas músicas, mas sem empolar demais o pacote todo, resultando em bops que tanto servem para inspirar pessoas a lutar contra seus fantasmas internos, quanto como hinos para bater cabelo em boates madrugadas afora. A Lady Gaga fez isso muito bem no início da década passada com Born This Way (minha favorita dela), assim como a Madonna nos anos 80 em Express Yourself. Lizzo pegou uma posição bem alta no Hot 100 da Billboard ano passado com a deliciosa Good As Hell, e acho que nem preciso citar a febre que foi a Meghan Trainor com All About That Bass, não? (embora eu ainda prefira outra faixa dela nessa linha, a debochada Me Too)

O ITZY apresentou esse arquétipo sonoro/visual muito bem em seu debut e primeiro comeback. Gostei tanto de “Dalla Dalla” que a faixa quase pegou um top 10 no ranking de melhores do ano passado. Já Icy ainda está fortíssima em minhas playlists diárias, com o clipe sendo um dos meus favoritos de 2019. Ainda assim, sinto que, em ambas, há um excesso de elementos, um exagero que talvez não permita que elas sejam tão palatáveis para quem não tem tanta paciência para tais confusões sonoras. Em “Wannabe”, isso foi resolvido. Sua estrutura é mais redonda, convencional, as variações instrumentais não são tão grandes, mas ainda soa como uma música do ITZY. O baixo grave ainda está lá, os vocais de líderes de torcida também, com todo o fator chiclete sendo ainda mais evidenciado. Particularmente, não consigo tirar os “Ai don wanna be sambari, ai wanna be meee, ai wanna be mimimiii” do refrão da cabeça. Pra mim, é o ápice da “fórmula ITZY” e do grupo como um todo até então.

O mini está excelente. Gosto de quase tudo nele. “Ting Ting Ting” e “I Don’t Wanna Dance” são farofões clubbers rebolativos que preenchem todos os requisitos que farofões clubbers rebolativo devem preencher. “That’s a No No” faz mais ou menos o mesmo, mas apelando para o icônico olodum concept que tanto amo. “Nodoby Like You” ficaria em casa em algum LP da P!nk em início de carreira, o que é um elogio e tanto. “You Make Me” me parece um sonho molhado da Koda Kumi, tão parecida com o que de melhor ela tem soltado nessa onda urban insistente dos últimos anos. Só “24HRS” que é meio bocó, mas a gente releva por ela mal durar dois minutos e estar escondida no fim da tracklist.

Obrigado pelos refrescos, JYP. Aceito mais num comeback lá pelo fim do ano, hein.

Btw, repararam que uma das meninas é a cara de uma integrante do IZ*ONE? -q

7 comentários em ““Fórmula ITZY” segue maravilhosa em “Wannabe”, mais novo bop das pirralhas da JYP

      1. É uma produtora musical escocesa que ultimamente vem recebendo um pouco mais de atenção, ela já produziu algumas músicas da Charli XCX, principalmente na era Vroom Vroom. Ela lançou um álbum maravilhosamente estranho ano passado, recomendo.

        Curtir

  1. Como toda coisa que o Itzy lança, eu comecei torcendo o nariz. Porém, dois dias depois já estava viciada. Amo o fator replay e que tudo é entregue pra parecer algo sem grandes pretensões, o que leva a gente não ser obrigado a ver elas com cara de c* o clipe todo e coisas do tipo. É o fodona style, mas divertido. Sou não digo que sou fã porque me recuso a ser uma ~midzy~

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s