Em “Eight”, Suga passa despercebido como rapper, mas entrega para IU um bom single pop

Já há algum tempo, boa parte do hype no K-Pop estava voltado para esse retorno da IU, não só por ela ser uma das maiores (ou seria a maior?) solistas atuais desse meio, mas também pelo anúncio de esse novo digital single ser uma parceria com o Suga, do BTS, atual maior grupo masculino do nicho. O planeta inteiro já sabia que isso faria sucesso, mas será que o resultado, musicalmente, seria bacana?

Ouçam Eight

E a resposta é: sim!

“Eight” reúne uma porção de elementos sonoros que são bem comuns à discografia da IU, mas ainda assim soam frescos e interessantes quando colocados de frente a outros comebacks femininos hoje em dia. Gosto muito do instrumental pop/rock mais iluminado, me lembrando o que bandas ocidentais alternês faziam uns dez, quinze anos atrás. Com o vocal mais gracioso e emotivo da IU, as coisas ganham outro nível, resultando num daqueles números bonitinhos que conseguem despertar algo no ouvinte (positividade, esperança, energia pra seguir em frente, melancolia, vai do freguês). E com as teorias de que a letra da música fala sobre a Sulli e o Jonghyun, tudo fica ainda mais significativo.

O único problema nisso tudo, para o próprio Suga e a eventual galera que resolveu ouvir isso aqui massivamente, única e exclusivamente por sua participação, é que ela meio que se perde no pacote todo. São mais ou menos 15 segundos de rap que não chamam atenção alguma (nem pro bem, nem pro mal) em meio a toda maravilha que é a interpretação da IU e o próprio instrumental produzido por ele. A colaboração dele como artista convidade, num todo, acaba sendo passável demais. O que é… estranho, já que, diferente de outras canções que levaram o nome dele como produtor nos últimos tempos, nessa os vocais dele também foram incluídos. Ele sequer dá às caras no MV. Vai entender.

Heize e Suran, metendo um “prod. Suga” nos títulos para angariar uns trocados das army… E CONSEGUINDO!!1

Enfim, “Eight” é ainda outra ótima música para o catálogo da IU e ainda outra ótima produção com o dedo do Suga, que, pra mim, que não faço parte do fandom do BTS, me faz muito mais como produtor que como rapper. Agora, é esperar para ver, semana que vem, quem desse grande embate de solistas se sai melhor na atualização da Gaon, eles, Taeyeon ou…

O ridículo duo de uma pessoa só feat. ex-da própria Taeyeon. Eu não poderia estar menos ansioso.

Um comentário em “Em “Eight”, Suga passa despercebido como rapper, mas entrega para IU um bom single pop

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s