Time Machine: “Like The First Time”, “Bo Peep Bo Peep” e a primeira pataquada da CCM/MBK com o T-ara (2009)

Não sei vocês, mas acho particularmente interessante o sucesso do T-ara dentro do K-Pop da era de ouro. Digo isso, pois a maneira como o grupo foi gerenciado durante todos os seus anos em atividade, vista de hoje, era tão maluca, cheia de pontas soltas e propensa a escândalos que é até hilário que tenha funcionado (por um tempo).

Quer dizer, já em 2009 elas já estavam enganando o público e, mesmo assim, eram aclamadas…

Pequena introdução para novatos: T-ara foi um grupo da gravadora MBK Entertainment (que hoje tem o DIA), que estreou em 2009, quando o selo ainda tinha o nome Core Contents Media (e carregava um line-up de artistas bem importantes à época, como o Davichi, Seeya, e revelaria muitos outros em seguida). Elas estiveram em atividade com várias mudanças de formação até 2017, quando enfim soltaram seu canto do cisne e bateram o pé do que havia se tornado uma pedra no sapato de todas.

Mas voltemos para 2009. A campanha de debut do T-ara foi um amálgama entre esforço e confusão. Originalmente, o grupo contaria com cinco integrantes: Hana, Jiwon (que depois iria pro Spica e pro The Unit), Eunjung, Hyomin e Jiyeon. Para essa formação pré-debut, rolou até single e MV pra uma OST qualquer de doraminha. Mas calhou de, por sabe-se lá qual razão, a Hana e a Jiwon serem demitidas pouco antes da estreia oficial. Então, outras três trainees foram adicionadas: Boram, Soyeon (ex-futura Girls’ Generation) e Qri, resultando da formação “clássica” do grupo como sexteto. Entretanto, ainda antes do começo “de verdade”, elas renderam mais quatro músicas, as bonitinhas Lies, que até foi performada em programas de TV, Apple Is A, CF para… maçãs, e as parcerias Time To LoveTime To Love DOIS, ambas com o boygroup Supernova.

Okay, em questão de meses de promoções adiantadas, o T-ara conseguiu trabalhar bastante e até reunir uma quantidade aceitável de material. Então, finalmente foi anunciado o debut, com elas estreando oficialmente já com um full album, contendo essas promocionais individuais e mais material inédito. E sabem qual foi a grande ideia da CCM para tal evento? Liberar teaser de dois videoclipes que elas haviam gravado, cujas faixas poderiam ser utilizadas como title do “Absolute First Album”, deixando que os fãs do ainda novato grupo decidissem qual seria o lead single.

As canções eram a Like The First Time, do vídeo acima, e “Bo Peep Bo Peep”. A grande vencedora foi “Like The First Time”. Mas aí chegou o debut e…

…a CCM tocou o foda-se, trabalhando “Bo Peep Bo Peep” como title, porque sim.

A decisão avulsa acabou se provando certeira, já que o LP fez sucesso à época, com elas conquistando wins em programas de TV no ano seguinte (o álbum foi lançado em dezembro), colocando “Bo Peep Bo Peep” em #4 na Gaon, enquanto “Like The First Time”, ganhando um tratamento de b-side nesse debut, atingiu peak de #10.

Sobra as músicas, sou apaixonado por ambas, mas por motivos diferentes. “Like The First Time” é um treco lindíssimo de ouvir, que parece nos enviado do futuro por alguma raça alienígena que acaba de descobrir o amor. Todas vez que a escuto, me sinto imerso numa atmosfera de brilho e magia, que ganha ares esquisitos quando chega a bridge e o instrumental é “puxado” para trás para que entre o rap. Já “Bo Peep Bo Peep” é uma palhaçada das ótimas, uma doença mental gerada pelo Shinsadong Tiger, ridícula e grudenta na medida para durar por anos em minhas playlists. Escolham aí qual a melhor, pois eu não me meterei nessa.

Esse primeiro run de promoções do T-ara meio que espelharia toda a trajetória do grupo, com adições malucas de line-up, escândalos e uma porção de hits no caminho. Reflexo de um tempo onde o K-Pop, como indústria, ainda meio restrita, ia naquilo de “vamos ver o que dá”. Difícil que outro T-ara surja atualmente, já que as gravadoras, agora vistas internacionalmente, têm mais o que perder nisso. Fica aí como uma cápsula do tempo divertida de olhar com distanciamento.

7 comentários em “Time Machine: “Like The First Time”, “Bo Peep Bo Peep” e a primeira pataquada da CCM/MBK com o T-ara (2009)

  1. Lembro quando entrei pro mundinho k-pop na metade de 2010 e ainda estava na fase conhecendo grupos, músicas, etc quando veio a primeira era que passaria acompanhar do t-ara em novembro: a era temptastic ao som dos singles yayaya (que hoje jamais seria lançada, pelo menos não naquele conceito kkk) e why are you being like this onde viciei por semanassss naquele mini álbum… Nesse período foi onde ocorreu a adição que eu já achava desnecessária naquele tempo da Hwayoung, pra mim a formação com as seis meninas funcionava muito bem e não precisava de reajustes… Vai entender o que passa na mente dessas gravadoras com suas estratégias e experimentos pra atrair ainda mais atenção do público… experimentação que no caso dessa adição, só trariam problemas futuros pra um grupo incrível que era o t-ara.
    A febre que foi o período Roly Poly e eu como também era SONE, acho que foi a primeira vez que de fato senti que um grupo pudesse tomar a coroa de grupo da nação do SNSD até que no ano seguinte o escândalo sobre bullying inundou artigos gigantes no allkpop, soompi e koreaboos da vida com suas denúncias e foi bem triste visualizar um grupo perder tanto espaço e popularidade merecidamente conquistado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s