Raspa no Tacho (31/08): Ayumi Hamasaki, Koda Kumi, Tokyo Incidents e outros jotapopes pra vocês!!!1!

Continuação da raspa no tacho de dias atrás, mas com os releases japas que rolaram no último mês…

[ AYUMI HAMASAKI – DREAMED A DREAM ]

Confesso que estou meio chocado com esse retorno da Ayu. Achei que aquele single sobre seu primeiro filho ficaria como algo só comemorativo e ela seguiria em hiato por conta de seus problemas de saúde (ela está praticamente surda). De qualquer forma, “Dreamed a Dream” é uma boa “música de Ayu”, carregando todos os maneirismos que suas faixas assinaturas nas últimas décadas nos serviram (o rockzão em encontro com os sintetizadores eletrônicos, o vocal dramático, etc.)

[ EXILE ATSUSHI × KODA KUMI – OSAKA TOKYO ]

Kodão de feat. com aquele tiozão da LDH que está sempre de óculos escuros. A música impressiona, pois parece retirada diretamente de uma playlist da rádio Jovem Pan no início da década passada. Bem o tipo de número EDM eletrônico cujo único intuito é colocar a galera para dançar. Por mim, tudo bem.

[ KODA KUMI – LUCKY STAR ]

Ai, gente, essa capa. O “conceito” da Koda essa ano vai ser tirar fotos suja e descabelada com efeitos de quinta categoria? A música é bem legal, também indo nisso de dance da década passada. Por mim, tudo ótimo.

[ TOKYO INCIDENTS – RED ALLIANCE ]

Outra grata surpresa. Pensei que Sheenão reuniria os outros da banda para um só lançamento, mas rolou ainda mais coisa esse ano. E ainda achei essa aqui melhor que o single anterior. Será que pega um top 20 em dezembro?

[ CY8ER – GO-SYU! ]

Isso tá uma loucura tão açucarada e estupidamente nipônica que, por incrível que pareça, cola.

[ REOL – THE SIXTH SENSE ]

Bacana ver que, depois de tanto tempo, a Reol enfim conseguiu entregar uma canção solo nessa onda “menos utaite” que ela pareceu querer seguir após o término do trio. O equilíbrio entre as estranhezas do J-Pop e as influências ocidentais está on point. Acho que é a melhor coisa dela desde 2016, hein.

[ SHIROMA MIRU (NMB48) – DO NOT GO ]

Não tenho a mais remota ideia de quem é essa mina aí de NMB48 que vi os cinco ou seis ouvintes de J-Pop da minha timeline rasgando seda, mas curti bastante seu solo. É como se a Sheena Ringo mais acima fosse colocada num pote mais idol e delicado. Curti bastante.

[ AIMER – SPARK AGAIN ]

Essa OST da Aimer aqui também está tão boa. A voz cheia de ar dela é uma loucura nesse tipo de proposta, dando pro formato “lugar comum” dessas músicas shounen um tempero a mais. Sai no próximo dia 9.

E… é isso.

Nos vemos na atualização da playlist. \o

Sigam o Miojo Pop em sua nova conta de Twitter: @MiojoPop. E sigam também este que vos escreve: @igorlunei

4 comentários em “Raspa no Tacho (31/08): Ayumi Hamasaki, Koda Kumi, Tokyo Incidents e outros jotapopes pra vocês!!!1!

  1. Interessante esse hábito da avex em lançar carreiras solo mantendo o nome do grupo no nome do solista: Exile Atsushi, Dream Ami… As Spice Girls deveriam ter feito isso nas suas carreiras solo.

    E Ayuzão mandou muito bem!

    Curtir

    1. Aliás, não só as Spice Girls, mas também os Backstreet Boys (se bem que eles mal tentaram carreiras solo, que eu saiba), os NSYNC não chamados Justin Timberlake, as Destiny’s Child não chamadas Beyoncé, as Pussycat Dolls não chamadas Nic… quer dizer, no caso das Pussycat Dolls vale pra todas, já que a Nicole solo só flopou.

      Curtir

  2. a miru é uma das fodonas do nmb48… inclusive ela chegou a participar do produce48, inclusive indonpra final (e provavelmente só não entrou no iz*one pelo motivo q todos já sabem)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s