PLAYLIST (Janeiro’21) 🍜

Janeiro (já) se foi e, com isso, já temos em mãos o primeiro mês do ano de 2021 para o pop asiático. Quem já é velho de guerra aqui sabe o que isso significa no calendário aqui do blog, mas para quem chegou no Miojo Pop a partir do boost de público que o top 2020 trouxe, explicarei.

Tenho por hábito manter uma playlist com as faixas de K-Pop, J-Pop, etc. que mais vou gostando ao longo dos respectivos anos, que sempre deixo embedada ali na barra lateral direita, que é atualizada, geralmente, no começo de cada mês, compilando as melhores soltas nas quatro semanas anteriores. Vocês podem seguir ela no Spotify para ir acompanhando esses updates em primeira mão, que, quase sempre, são comentados faixa a faixa por aqui.

O maior critério é… eu ter gostado muito das músicas. Tal como os rankings de melhores do ano, não vejo a menor necessidade de ser inclusivo, “dar chances” ou algo do tipo. O que entra é o que eu vou escutando com mais afinco e ponto. E nesse comecinho de ano, foram vinte e duas as selecionadas, sendo que uma delas (ó eu já quebrando minhas próprias regras) é do finalzinho de 2020, que meio que caguei à época, mas se tornou um grande vício nos últimos tempos. Elas não estão bem em ordem de preferência, mas sim posicionadas na tracklist pelo tipo de “vibe” que me proporcionam.

Será que a sua favorita aparecerá? Bom, não ser for a Yubin… :V

01. CHUNG HA – X: Essa aqui dever ser a faixa “menos Chung Ha” da Chung Ha até então, mas acaba fazendo bastante sentido dentro da proposta “asian diva” que ela parece querer construir à sua persona. E que bom que ela ousou assim, pois eu não sabia que precisava da Chung Ha cantando um baladão rockish de j-véia até “X” sair e se tornar uma das minhas prediletas em seu repertório. Puta troço lindo.

02. WHO-YA EXTENDED – VIVID: Vocês sabem que eu vivo por OSTs que exprimem bem o fôlego que animes de ação devem ter. Nessa para o maravilhoso “Jujutsu Kaisen”, essa banda que nunca tinha ouvido falar entregam direitinho o que é necessário, num instrumental cheio de intensidade, um refrão enfurecido e um vocal mais melancólico que dá um tom mais esquisito à coisa toda.

03. LISA – DAWN: Ainda no mundinho de animesongs, LiSA está de volta, tentando a sorte e ainda outro tema (agora, prum tal de “Back Arrow”, uma porcaria mal feita que não consegui chegar ao fim do primeiro episódio). Estranhamente, acho que “Dawn” é um tiquinho mais “pop” do que outros releases dela, o que pode lhe ser positivo, acarretar fãs fora da bolha.

04. DREAMCATCHER – POISON LOVE: O novo mini do Dreamcatcher é bem à nível do que as encapetadas fazem num geral, com uma tracklist carregada de bops também bem pesados e que exploram outros instrumentais que não o rockzão que elas escolhem como title. “Poison Love” é a melhor delas, com o EDM nos imergindo numa atmosfera soturna bem gostosa de se deixar levar.

05. (G)I-DLE – FOGO NO RABO: “Hwaa” é a Soyeon repetindo sua fórmula de sucesso ainda outra vez, mas inserindo no instrumental alguns elementos folclóricos coreanos que deixam tudo TÃO dramático, TÃO teatral, que é como ouvir um single do Flower em seu ápice. Melhor faixa do grupo em um bom tempo.

06. IZ*ONE – D-D-DANCE: Que pena que o IZ*ONE só soltou essa belezinha aqui à essa altura do campeonato, prestes a esfarelar, usando-a só como um single promocional e sem nem botar o MV completo no YouTube. Podia ter vindo lá no início do run delas, como primeiro comeback, com essa sendo a assinatura sonora delas desde então.

07. YOUHA – ABITTIPSY: Youha é mais uma das muitas meninas que passou uma boa parte de sua adolescência presa no porão da YG na espera de promessas vazias. Agora fora das garras da gravadora, ela teve a oportunidade de lançar algo que, honestamente, os toscões de lá jamais fariam melhor. “Abittipsy” deixaria a Carly Rae Jenpsen orgulhosa de tê-la em seu repertório. O encontro perfeito entre a felicidade e a melancolia oitentista.

08. (G)I-DLE – LOST: Essa aqui também é tão boa. Me remete ao K-Pop da primeira metade da década passada, onde todo girlgroup deveria ter uma midtempo sensual em seu catálogo. O vocal das integrantes está bem passional e a virada mais rockish é excelente.

09. DREAMCATCHER – ODD EYE: Será que elas colocaram esse título na faixa pra zoar com os fãs órfãos do Loona? Hahahaha. Title muito legal do Dreamcatcher, fundindo o aegyo-metal característico delas com uns trecos sônicos que algum NCT da vida soltaria. Deu certo.

10. FEMM – COME AND GO: As manequins, que agora também são inteligências artificiais, recobraram um pouco da sonoridade que elas tinham em seu primeiro álbum nesse novo single. O que é estupendo, já que adoro o “Femm-Isation” e toda a onda de EDMs dos anos 2000 que elas se inspiraram.

11. HYUNA – GOOD GIRL: Que fuen a title do minin da HyunA, não? Mil vezes tivessem apostado mesmo em “Good Girl”, que é poppy, estúpida e debochada na medida. Acho que curto mais a HyunA como uma pop bitch do que como uma fodona do urban.

12. FAKY – THE LIGHT: Uma das coisas que torna o Faky tão especial é que o grupo é bem mais “internacionalizado” do que acts idols japoneses costumam ser. Contudo, foi bem interessante ouvir elas por cima de um instrumental que algum Frederic ou Sakanaction da vida bolariam. Bom ar de novidade.

13. KYARY PAMYU PAMYU – GUM GUM GIRL: Falando em novidade, eu genuinamente não esperava a Kyary lançando algo tão bom à essa altura do campeonato. Que será que houve com o Nakata? Será que podemos esperar algo legal do Perfume vindo esse ano também ou aí já é pedir demais?

14. YOASOBI – MONSTER: Boa safra essa a de animesongs nesse inverno japonês, né? Essa aqui é a do duo Yoasobi (aqueles que quase coloquei no top 10 do ano passado, que pega histórias de um site e cria músicas e clipes em cima, lembram?) para o ESPETACULAR “Beastars”. Divertidíssimo, idealmente esquisito e explosivamente pop.

15. BAND-MAID – WARNING!: Metal nipônico fofinho e encapetado que vocês vão pular, pois são uns chatos e não sabem aproveitar o que de mais esquisito o outro lado lá do globo pode nos proporcionar.

16. U-KNOW – THANK U: Eu sei que a letra dessa aqui e MV que parece ter sido caríssimo foram o que mais chamaram atenção nesse lançamento do TV sem XQ!, mas minha parte predileta de “Thank U” foi o instrumental Timbaland que deixaria o Justin Timberlake molhado anos atrás. Como já disse, tomara que os anos 2000 sejam o novo retrô daqui pra frente. Quero mais e mais trecos assim no K-Pop.

17. EPIK HIGH, CL E ZICO – ROSARIO: Falando em anos 2000, “Rosario” é mais uma que parece vindo diretamente de lá, com os Epik High e o Zico mandando muito em seus raps por cima dum R&B hispânico esquisito e CL ganhando tudo no refrão.

18. HYUNA, DAWN РPARTY, FEEL, LOVE: Eles transam e voc̻s ṇo.

19. DALSOOOBIN – SIGN: Que delícia ver a Subin sendo uma grande gotosa, com seu vocal sexy demais num instrumental que faz jus a tudo o que ela pode nos entregar. Se eu fosse ela, investiria em mais números assim para sua carreira solo. Ou, ao menos, intercalaria jams assim com as faixas hipster que ela adora. Podia ter rolado MV, hein.

20. (G)I-DLE – DAHLIA: Essa aqui foi a predileta de vocês no EP do (G)I-DLE, né? Vi vários comentários em um monte de lugares aclamando “Dahlia”. E, ó, “Dahlia” realmente merece esse praise todo em cima mesmo. É um puta bop e com um refrão que respira replay factor.

21. TREASURE – MEU TESOURO (FEAT. DONA FLORINDA): HAHAHAHAHAHAHA, o YG deve ter vomitado quando ouviu isso aqui. Só por isso, o Treasure já deveria ser condecorado. Mas “My Treasure” é realmente divertida, então escutem aí sem medo.

22. CHUNG HA, R3HAB – DREAM OF YOU: Eu sei que isso aqui é do final de novembro do ano passado, mas meio que só deitei pro hino da Chung Ha com o R3hab (de sucesso moderado nas rádios estadunidenses, vejam só) recentemente, então finjam gostoso enquanto coloco aqui meu terninho e chapéu para rebolar de lá pra cá quando chegar o refrão. Bjão.


テンテン ☆ — Jujutsu Kaisen Ending >> ALI [LOST IN PARADISE...

De janeiro (e novembro, hahaha) foi isso aí. Faltou algo? Digam suas favoritas nos comentários.

4 comentários em “PLAYLIST (Janeiro’21) 🍜

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s