WJSN The Black são grandes gostosas (e perigosas) em “Easy”

Ainda é cedo pra dizer que essa aqui é forte candidata à SOTY?

Isso aqui demorou mais do que eu esperava. Explicarei.

Muitos de vocês não devem saber, mas quando o WJSN/Cosmic Girls surgiu lá atrás como grande aposta da Starship na moda aegyo, era esperado que eles trabalhassem o grande grupão como um E-Girls da vida, onde as, até então, 12 integrantes, cada uma representativa de um casa zodiacal, eventualmente fossem separadas em subunits, naquilo de divisões que os signos tem em fogo, água, etc. Cada unit apresentaria conceitos próprios, complementares entre si. Era um plano muito interessante à época (na verdade, as garotas cósmicas como um todo despertavam muito a minha curiosidade), mas que acabou não rolando de verdade (com elas, pois o Loona fez a mesmíssima coisa menos de um ano depois).

Pelo menos até o ano passado, quando a Starship resolveu debutar o WJSN CHOCOME com a ótima (e propositalmente ridícula) Hmph!, bastante Orange Caramel, colorida, divertida e bobalhona, reavivando as esperanças de grupos diferentes dentro de um mesmo grupo realmente acontecerem. Corta para o começo desse mês, com a gravadora anunciando um WJSN The Black, soltando teasers com elas pagando de grandes gostosas malvadonas e tudo mais. O resultado disso é a Easy acima, que assim como “Hmph!”, me parece uns anos atrasada em sua proposta e lançamento, mas, ó, puta que pariu, valeu toda a espera!

Bora bater mesmo esses apliques aí, minhas filhas…

“Easy” é o tipo de treco que funciona como uma krytonita pra mim. Um instrumental mais grave, sensual pra caralho, evocativo de ballrooms e vogue, com as integrantes cantando dum jeito que alterna entre o suspirado e o rouco quase falado? Não dá, é impossível não se deixar levar! O refrão é como uma facada no peito. Começam os “it’s so eeeeeasy” e eu já me derreto todo. Dá vontade de colocar o dedo na boca e ir rebolandinho até o chão bem devagarinho, como se eu fosse uma stripper às quatro e dezenove da madrugada tentando arrancar o dinheiro de algum presidente de empresa ricaço fedendo a uísque que quer trair a esposa para bancar o garanhão pros estagiários que não suportam ele.

O line-up é quase perfeito. Se trocassem a Seola pela Mei Qi (o choque de vocês comigo conhecendo as integrantes pelos nomes) ficaria on point com as mais gostosinhas do grupo. Mas imagino que a ideia seja promover as coreanas e deixar as chinesas pruma unit própria (levando em conta que duas delas até ganharam o Produce 101 da China e debutaram no Rocket Girls que eu nunca me dei ao trabalho de acompanhar). Então me satisfaço apenas com a presença de Bola, Eunseo (que é linda demais, céus) e da minha bias Exy, que tem uma aparência esquisitamente atraente (e é a mais talentosa do WJSN num todo).

Muito interessante também é, mesmo tendo uma Kiss Your Lips na manga, terem optado apostar num single que não segue a modinha barulhenta de mina fodona. “Easy” é elegante, bem fora da curva e, honestamente, é o treco que mais tenho ouvido nos últimos tempos. Será que fica assim até o final de dezembro? É esperar pra ver.

5 comentários em “WJSN The Black são grandes gostosas (e perigosas) em “Easy”

  1. Easy só mostrou pra gente que um conceito mais maduro faz falta no kpop e que não aguentos mais tidinhas cantando sobre superar o macho escroto enquanto uma demo de 2010 do 2ne1 toca no fundo

    Curtir

  2. Easy é uma dlç! ❤ E quando eu vi vc mencionando essa Kiss Your Lips, pensei que vc ia fazer que nem o Bruno (olar, ASIANMIXTAPE!) e falar que toda vez que uma mulher ou girlgroup cantam sobre beijar lábios, elas se referem aos lábios de baixo (ou lalá, como diria a Jaque Patombá). Não me esqueço disso no post dele sobre Kiss My Lips da BoA

    Curtir

  3. Pra mim, até o momento esse é o melhor single de k-pop de 2021. E vai ser difícil superá-lo, porque isso ficou MUITO BOM!!!

    E interessante que as Cosmic Girls lançaram duas sub-units com conceitos bem distintos… e acertaram nas duas!

    Só tenho minhas dúvidas sobre as chinesas do grupo ganharem uma sub-unit própria; com a pandemia e com o sucesso delas na China, acho mais provável que elas já estejam negociando com a agência um encerramento amigável (ou não) dos contratos delas. Se houver uma terceira sub-unit, deve ser uma dupla com as duas main vocals que não entraram nas units anteriores, com aqueles baladões cheios de gritaria que os coreanos amam.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s