Queendom: Red Velvet está de volta com sua própria “4 Walls”

Depois do pico de sucesso atingido com Psycho e do acidente da Wendy, Red Velvet ficou um tempão fora de área. Ao menos como um grupo completo, porque do final do ano retrasado para cá, rolaram atividades variadas entre elas, com uma unit sapatônica entre Seulgi e Irene, debut solo com a já mencionada Wendy mostrando ser a possível Taeyeon do grupo, Joy sendo uma hipster avulsa rememorando sucessos de antigamente e Yeri com um programa de entrevistas que eu nunca assisti, mas me falaram que não é tão tenebroso.

Aí descobriram que a Irene espancava um estilista toda sexta-feira no estacionamento da SM, o aespa aleatoriamente hitou com a tenebrosa Next Level e as esperanças de um comeback das novas irmãs do meio (pois o SNSD está vivo, hahaha) eram tão fortes quanto o de um debut solo da Sunny. Eu mesmo jurava que o Red Velvet teria o mesmo destino do F(x), com a gravadora aos poucos fingindo que o grupo não existia mais até ele morrer de vez. Mas eu estava errado. Ou não. Digo, Queendom é, basicamente, um “4 Walls”, então será que é só questão de tempo?

Vi uma porção de comentários sobre isso aqui em um monte de lugares (inclusive, chegou em conhecidos meus de fora da fanbase capopeira). Teve quem amou, quem odiou, gente que disse que não tem a cara do Red Velvet (aí por isso foi bom ou ruim), gente que disse que tem a cara do Red Velvet sim e por aí vai.

Honestamente, não me lembro de ter ouvido nada das cinco juntas que puxasse tanto pra esse tipo de house. Já rolaram faixas tropical house antes e coisas parecidas com a unit da Irene com a Seulgi (inclusive, Naugthy quase pegou um top 10 aqui ano passado), mas as cinco fazendo isso, pra mim, é inédito. Pois o Red Velvet quando vai pro lado velvet e aposta em sonoridades mais elegantes para as pistas, costuma ir pra disco, pro dance, pro funk, então “Queendom” é mesmo bem… pouco Red Velvet.

Eu me importo com isso? É claro que não! “Queendom” é uma delícia. Ela me traz uma coisa de GWSN, com os produtores parecendo saber bem as referências que querem colocar no instrumental. GWSN é F(x) em “4 Walls”, então o Red Velvet tá bem F(x) aqui. Ouvir um número assim de um act feminino da SM a essa altura do campeonato é como se eu estivesse de volta lá em 2015/2016, quando a gravadora trabalhava com o grupo de produtores LDN Noise para lançar toda variação possível de house/uk house/garahe house que fosse viável.

Gosto de tudo nela. Dos sintetizadores vibrantes logo no início com os vocais brincando de maneira suspirada. Da primeira virada com a bateria com um segmento de fucking spoken word que já nos transporta para algum ballroom dos anos 90. Do refrão bonitinho e bastante inspirado, que tem espaço até para umas brincadeiras em sua segunda parte. Da bridge gritada grudando com o refrão final, onde elas vão pirando vocalmente e a vontade que dá é de sair pulando pela casa. Uma gema.

RED VELVET | Explore Tumblr Posts and Blogs | Tumgir

POV: você chegando no inferno e as cinco barqueiras de Hades aparecendo para te saudar…

É muito interessante ter acompanhado o Red Velvet desde o debut e ver que elas fizeram todo o caminho de um girlgroup nessa indústria. Elas eram as pirralhas da empresa, o suporte aegyo que as outras garotas já não faziam mais. Mas também as grandes gostosas do sexy concept que as outras já “se davam ao respeito demais” para entregar. Elas foram adquirindo relevância na cena e conquistando respeito com uma discografia quase sem falhas. Agora, em seu sétimo ano de vida, que costuma ser o ano final de acts femininos, estão de volta com o housezão elegante que foi o tiro final do F(x).

Mas é algo agridoce de se pensar. Porque “Queendom” é um puta musicão e o mini está extraordinário, mas parece ser “4 Walls” all over again. E o F(x) se desintegrou levando quaisquer tentativas de carreiras solo no mundo musical que as integrantes pudessem investir dali em diante. Será que a história irá se repetir? Ou será que o recorde de vendas do álbum pode significar que essa é uma nova indústria, então os contratos serão revistos e o grupo terá uma continuidade larga, como dos acts masculinos da SM? Vai saber.

Se o resultado for pessimista, ao menos o fim foi em grande estilo.

Das album tracks, minha predileta, até agora, é “Pose”, que vai ainda mais fundo nesse house para bater cabelo em boates…

12 comentários em “Queendom: Red Velvet está de volta com sua própria “4 Walls”

  1. vai rolar review aqui desse mini maravilhoso?

    pose perfeita, mas minha favorita é hello, sunset, porque ela me lembra uma musica dos anos 70/80 que passa naquelas rádios românticas que tem um cara traduzindo a letra por cima 🗣️

    Curtir

  2. Ah, o bolofã….
    Ontem eu tinha curtido o comeback, mas achado a música dentro da caixa demais pros padões Red Velvet.
    Hoje eu tô segurando a mão de Queendom e enaltecendo esse hino-maravilhoso-zero defeitos-conceitual. Até o MV está com outro brilho.
    O que um bom pacto não faz, não é mesmo?
    Torcendo pra vir mais um comeback no fim do ano.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Na primeira ouvida do mini eu dei uma dormida gostosa, principalmente com as últimas. Mas agora até a baladinha pros fãs eu to gritando slayyyyy queeeeens.

    Pose tá pro Rv quase como um Papi/Deja Vu pro f(x), e Better Be também se encaixaria perfeitamente como bside do 4 walls. Queendom como single também não deixa de brilhar, mesmo que não tente ousar. Obrigado por tudo vevetas.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Primeira ouvida de Queendom: meh
    5 minutos depois: incapaz de me concentrar na aula que eu tinha depois porque fiquei com “Ladida-do Ba-badida, Ladida-do Ba-badida” na cabeça 🤡

    O mini tá ótimo, minhas favoritas são Pose e Hello, Sunset!

    Não acho que o RV disbanda não… Não depois do sucesso que foi esse álbum, pelo menos (apesar das polêmicas da Irene e da Wendy). O aespa não tanka virar o principal GG feminino da SM não – vocês podem argumentar que o SNSD ainda é o first line da SM, mas aí é ilusão de quem ainda acredita em OT8 ou que acha que o OT5 vai sair do porão como aquela subunit. A SM só disbanda o RV se for doida e quiser jogar dinheiro no ralo, mas né, não foi exatamente isso que fizeram com o f(x)?

    Curtido por 1 pessoa

  5. Concordo com a sua visão desse comeback, fez bem em comparar com 4 Walls, já que ambos os grupos jogaram safe. Tava todo mundo esperando um treco vanguardista de ambos os atos, e ambos entregaram farofas de fácil digestão, até porque chega uma hora em que cansa ser vanguardista. E numa dessas, f(x) lançou o melhor álbum do grupo, enquanto RV lançou um EP coerente num ano em que girlgroups deram uma bela enfraquecida, sendo engolidas pela contraparte masculina, algo que absolutamente NINGUÉM esperava. E poderia colocar Queendom e Peek-A-Boo em dois extremos, pois enquanto Queendom é uma música velvet com um MV red, Pikabu é uma música red com um MV velvet, além de representarem pontos importantes na trajetória do grupo, sendo que Pikachu foi o último comeback marcante delas até então e Queen é o retorno triunfal pós-polêmicas. E amei a capa desse EP, misturando bem os dois lados: alegre, por conta do colorido dos balões e das bandeirinhas, mas também sério e até sombrio, por conta dos carões e poses maduras das meninas, além do clima nublado e dos pássaros atrás (seriam corvos?), fazendo uma ótima dicotomia entre dia e noite à la Tim Burton, servindo como uma continuação espiritual do ReVe Festival

    Curtido por 1 pessoa

  6. Eu achei essa a title mais fraquinha delas kkkkk parece um grupo nugu querendo imitar o estilo delas e falhando por falta de verbas, só Pose é maravilhosa.
    Agora sobre tudo isso que o grupo está passando, bem feito pra SM por investir na integrante mais sem graça ao invés da rainha Joy que nunca teve paciência pras palhaçadas da Irene.

    Curtir

  7. Adorei a música, bem alto astral, o mv cheio de referências do grupo, os visuais bonitos, o mini tá bom_ tinha virado a cara, mas as músicas estão crescendo comigo a cada ouvida_ como fã, sempre repetia que não queria me iludir e já estava dando certo o disband do grupo.
    Mas, voltaram, estou dando amei, ouvindo e compartilhando essa era delas. Eis que leio você dizer o comparativo com 4 Walls e bateu a bad de novo. 😦
    O pior que apesar das vendas, e do sucesso aparente do grupo, a gente sabe como essas empresas descartam, ou as integrantes já estão de saco cheio, e acabam com tudo.
    PS. Minha reclamação é com a fonte do álbum, sempre me acostumei com a fonte boleira nos álbuns.

    Curtir

Deixe uma resposta para Pekui Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s