Raspa no tacho (26/09): ITZY, Mamamoo, BTS de feat. do Coldplay e mais

Enfim terminei um trabalho da faculdade que estava me tomando muito tempo nas últimas semanas. Vamos comemorar comentando os trecos de alto e baixo escalão que saíram recentemente…

[ ITZY – LOCO ]

Na aba de “trecos que valeriam um post solo, mas estou com preguiça”, rolou comeback do ITZY. Esse é um lançamento bem importante pras pirralhas coreanas da JYP, pois é sempre notável quando algum girlgroup consegue soltar um full album. O problema, comigo, é que meio que perdi o hype com o ITZY.

Havia comentado isso no Twitter antes, mas tenho a impressão de que boa parte da simpatia que tinha pelo grupo se perdeu quanto elas deixaram de ser um grupo girl crush mina fodona que ia prum lado mais divertido e “não vamos no levar tão a sério” da equação e se tornaram, de fato, um grupo que tenta de verdade dar uma de “somos as pirralhas mais más do K-Pop”. Não cola comigo, porque nenhuma das integrantes tem aquele fator CL/HyunA/Lisa/Soyeon/LE intimidador. E não cola também por as músicas serem bem… ruins quando entendemos que elas estão vender isso real.

“LOCO” não é tão ruim quanto “Mafia In The Morning”, mas acho que pouca coisa irá tão no fundo do poço esse ano quanto “Magia In The Morning”. Eu ouço ela e esqueço, o que é sempre ruim prum single de girlgroup. Uma pena, pois adoro tudo delas de “Dalla Dalla” até “Not Shy”. O álbum tá mais bacana? Ainda não pude escutar.

[ Mamamoo – mumumumuch ]

O Mamamoo segue num “morre não morre” que está bem positivo aqui em casa de acompanhar. Eu curti muito o “baladão de fim de carreira” do comeback passado e curti esse single que elas estão usando como atrativo pra “coletânea fim de carreira” que saiu recentemente. Esse farewell todo está bem respeitoso com a história e com os fãs do grupo, com as músicas nos servindo aquele sentimento de adeus que é bem pouco aproveitado em fins de carreira de grupos, geralmente, porque os fins costumam ser conturbados, mas as quatro parecem se dar bem entre si e com a gravadora delas, então não teria porquê o adeus ser imediato.

Eu gostei bastante dos novos arranjos do Best of lá e achei “mumumumuch” uma música bem simpática. Talvez parecida demais com “Weekend”, da Taeyeon (rolam umas melodias que soam IDÊNTICAS), e “Weekend” se sai melhor na comparação direta, mas ambas são ótimas. Se não rolar mais nada até o iminente disband, esse foi um bom ponto final.

[ Cosmic Girls – Let Me In ]

Eu acho essa ideia de colocar só um PV do MV no YouTube pra esses lançamentos que promovem o app Universe lá uma besteira, mas vida que segue. Olha, eu curti muito “D-D-Dance” (aparece entre as minhas mais ouvidas no Spotify toda semana) e “Last Dance”, assim como curti outros trecos lançados pelo Cosmic Girls esse ano, então já sabia que gostaria de “Let Me In”.

O clima todo é bem agradável, cintilante e gostosinho de acompanhar. Não é o mais comeback do ano, mas é um CF bem acima do esperável.

[ Loona – Hula Hoop (City Pop Version) ]

Antes de tudo, achei uma bobagem que o stage name delas no Japão vai ser, literalmente, a tradução de “garota do mês” (今月の少女). Achei que adaptariam a leitura de “Loona” (ルーナ) em vez de botar o troço no mais literal possível.

Posto isso, meio fraco esse debut japonês de Kim Lip e outras. Nem estou falando da falta de videoclipes e etc., sim pelas músicas serem bem inexpressivas. Tanto que a mais legal do single foi esse “remix” city pop de “Hula Hoop”.

[ BTS e Coldplay – My Universe ]

[ Wonho – Blue ]

Essa do Wonho tá na mesma linha da das garotas cósmicas mais acima: não é o melhor treco dele esse ano, mas ainda assim é muito legal de ouvir. Acho que prefiro o Wonho trabalhando em instrumentais mais intensos, pois o vocal dele não é lá essas coisas aos ouvidos e números mais softs como “Blue” não melhoram muito ele. Mas ainda é uma música muito melhor que o grosso de espécimes desse tipo.

[ NCT 127 – Sticker ]

Pra encerrar a ala asiática, um momento onde eu provavelmente irei destoar da opinião da maioria de vocês: “Sticker” tá muito legal!

Geralmente acho essas tentativas do NCT de soar avant gard meio dispensáveis e barulhentas demais pro meu gosto, mas aqui eles acertam o tom na estranheza. A flautinha esquisita junto com os raps postos num jeito mais torto dos integrantes cola legal. Me dá a impressão de ser algo (bom) que o G-Dragon e o T.O.P soltariam anos atrás. Pra mim, é a melhor do 127 desde “Limitless”.

Treco ocidental da vez: Doja Cat – Woman

Recentemente, a Doja Cat lançou seu novo álbum de estúdio pós-estouro do ano passado. Só fui ouvir ele inteiro mesmo ao longo da semana passada e têm muitas músicas legais ao lado de outras bem… derivativas da cena atual (o que já dá de 100 no “Montero”, que está chatíssimo).

A mais legal entre as legais nele é “Woman”, que abre a tracklist com uns batidões afro-latinos que funcionam muito bem com a voz de desenho animado da Doja Cat. Os features com The Weeknd, Ariana Grande e SZA também estão on point e “Naked”, que vem logo após “Woman”, é um follow up perfeito.

6 comentários em “Raspa no tacho (26/09): ITZY, Mamamoo, BTS de feat. do Coldplay e mais

  1. Pior que eu torci o nariz para a flautinha de Sticker, não me desceu não; acho que ficaria melhor se ela fosse menos aguda, não sei: o problema da faixa não é nem o arranjo, que faz sentido (não é picotada feito Next Level), os outros instrumentos estão bons, os vocais, o rap, eu só não aguento a dita cuja que é o riff da faixa.

    Fiquei morrendo de ódio porque esperava uma boa title track, considerando que o álbum é o MELHOR (sim, o melhor) que qualquer subunit do NCT já lançou. Tem umas influências oitentistas muito legais, especialmente porque a maioria não é “played straight”, por assim dizer, não fica naquele lugar comum de faixa 80s (com exceção da última faixa, “Promise You”, que é um pop retrô bem tradicional nos seus moldes). Tem a bateria grudenta em algumas faixas, o baixo em destaque e ditando o ritmo primário (algo que o NCT usa muito) em outras, sintetizadores fugindo da cartilha básica, poxa, se você cortar Sticker, que destoa de TUDO, é AOTY material.

    Minha faixa favorita é Breakfast, pancadão deep house meio noventista sobre tomar café da manhã com o seu affair/ser o café da manhã do seu affair. Também tem Promise You (a última faixa, muito romântica e linda, podia ter sido parte da trilha sonora de algum clássico do John Hughes tranquilamente), Lemonade (title track no meu coração, que reúne tudo que Sticker tem de bom e que o NCT nos oferece usualmente, sem a flautinha dos infernos <3) e Road Trip (R&B gostosinho com cara de verão).

    Curtido por 1 pessoa

  2. Também estou achando chato essa mudança de imagem do ITZY e conversando com uma pessoa no tt me clareou as ideias, ele dizia que as meninas não pareciam tão sorridentes e nem animadas como nos outros singles e pareciam mais polidas. É isso mesmo, querendo fazer o lance de malvadona, sendo que a aura antiga era mais interessante.
    Eu vi gente elogiando essa música do Loona e não gostei não, achei meio insossa. Pra mim esse ano elas erraram em um ponto que não escuto as músicas mais de uma vez. Que pena, porque as músicas passadas e o pré debut delas foram incríveis e até hoje escuto, mas é desse jeito, noto que um grupo começa entregando coisa boa e depois eles vão definhando em algum momento.
    PS. Sobre a Doja Cat, eu acho interessante como apesar de achar o trabalho visual dela muito bonito e tudo mais, eu não consigo acompanhar mais de uma música dela, escuto essa música dela no aleatório e até curto, mas ela não me faz querer ir atrás de mais coisas inclusive do álbum 😕 acho que é um defeito meu.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para MIOJO POP Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s