PLAYLIST (Setembro’21) 🍜

Cabou o mês de setembro. Enfim, entramos naquele loop de “o ano vai acabar” até o final de dezembro. Mal posso esperar, pois 2021 já deu o que tinha que dar aqui pra mim.

Pra atualização da playlist nesse mês, finalmente o Japão acordou. Das TRINTA E CINCO faixas (eu deveria fazer uma peneira maior?), VINTE são representantes do J-Pop!

01. ATARASHII GAKKO! – Pineapple Kyptonite
02. AiNA THE END – Romansu no Chi
03. Purple Kiss – Zombie
04. Lee Hi, Yoon Mirae – Red Lipstick
05. Loona em situa̤̣o de barril РNot Friends
06. STAYC – Stereotype
07. Loona em situa̤̣o de barril no Jap̣o РHula Hoop (City Pop Version)
08. Chanmina – Harenchi
09. NCT 127 – Focus
10. Key – Bad Love
11. Mamamoo – mumumumuch
12. Yukika – Tokyo Lights
13. Lisa – Lalisa
14. CL – Lover Like Me
15. Hyuna, Dawn – Ping Pong
16. AiNA THE END – Homemaker
17. NCT 127 – Sticker
18. SHE’S – Take It Easy
19. Wonho – Blue
20. Capsule – Future Wave
21. Cosmic Girls – Let Me In
22. AiNA THE END – Retire
23. Key – Helium
24. Sheena Ringo – Let’s Go!
25. TRUE – Storyteller
26. PUFFY – Always
27. DISH – Ari no manma ga itoshii kimi e
28. w-inds – Strip
29. BRAHMAN – Slow Dance
30. Polkadot Stingray – Diver
31. Genie High – Takkyu Monkey
32. Sokoninaru – Brilliant City
33. Miyavi – New Gravity
34. Yukika – Loving You
35. Mizki – River

Darei uma miguelada dessa vez e não farei comentários individuais, pois tem muita coisa aí, a maioria eu já escrevi sobre em pacotões/raspas no tacho e tenho uns outros trecos para fazer ainda hoje. Mas sugiro que vocês aí, capopeiros chatos, ouçam também as faixas japonesas, pois são todas muito legais, divertidas e boa parte delas certamente baterão ponto no listão de melhores do ano na última semana de dezembro.

Minhas 5 prediletas do mês:

O surto eletrônico sci-fi trash de “Pineapple Kryptonite”, cujo refrão é puro grude na cabeça.

“Red Lipstick”, que traz a Lee Hi explodindo de gostosa querendo furar o isolamento social e pegar todo mundo (quem não?). Tinha achado ela só legal quando saiu, mas calhou dessa ser uma das músicas que mais escutei esse mês e, vejam só, talvez rape até um top 10 ao fim do ano. Sério, é viciante ASSIM!

Aininha Do Fim em sua melhor música desde “False Sympathy”, feature com o antivax Mondo Grosso (huahuahua, o Japão) que eu botei em SEGUNDO LUGAR na lista de melhores de 2018. Uma das músicas mais catárticas desse ano até então.

“Not Friends”, com quatro das falidas mais gostosas do Loona numa colaboração com um produtor aí que foi cancelado na internet por usar um termo do rap coreano que, segundo ele, ele não sabia que era pejorativo com mulheres (hahaha, a mare de azar do Loona). Se o AOA tivesse vivo (sem potencialmente tentando matar ninguém), é o que eu esperaria da Jimin com as outras.

E “New Gravity”, do tiozão Miyavi, que me soa como o que seria uma trilha de jogo de corrida futurista para playstation 2.

E as preferidas de vocês, quais foram?


ITZY out porque achei o álbum chatão.


Curtiu as adições desse mês na playlist? Você pode ir adicionar um faz me rir para esse otaco velhote que está tentando forçar jotapopes em capopeiros clicando aqui e conferindo a página de colaborações do blog.

11 comentários em “PLAYLIST (Setembro’21) 🍜

  1. “Not Friends” é MUITO BOA! Mas não acho que combinaria muito com o AOA; as midtempos sensuais delas eram mais dançantes, enquanto essa música é mais tranquila.

    Aliás, a reviravolta que o caso do AOA teve nas últimas semanas me faz perceber que os fãs de k-pop parecem não ter aprendido NADA com o caso do T-ARA… muito triste; era talvez o grupo mais promissor da geração delas, e acabou da pior forma possível, com várias reputações destruídas (injustamente, ao que parece agora), porque preferiram fazer linchamento virtual em vez de deixar o caso ser apurado com calma e com responsabilidade…

    (e parece que o caso do April está tendo desdobramentos na mesma linha – felizmente a Sawori pulou fora desse barco furado a tempo)

    Curtir

      1. Você não viu? Um portal divulgou a transcrição do áudio daquela conversa em que as integrantes do AOA foram falar com a Mina, em que supostamente a Jimin teria gritado com ela e ameaçado se matar pra pressionar ela, e o conteúdo da transcrição indica que a conversa foi beeeeem diferente do que a versão que a Mina tinha contado: a Jimin pediu desculpas VÁRIAS vezes, não pareceu confrontar a Mina em nenhum momento e até ficou quieta quando a Mina insinuou que ela dormia com homens pra ajudar o AOA a subir na carreira.

        Também indica que nenhuma integrante observou bullying; a Choa (sim, ela esteve na conversa mesmo já tendo saído do AOA na época) comentou que achava muito difícil repreender a Mina porque ela não levava as críticas a sério, então ela desistiu depois de um tempo e deixou a tarefa só nas mãos da Jimin – parece que a Jimin dava uns esporros mais fortes e isso surtia resultado, então talvez ISSO seja o que ela interpretou como bullying, mas que a Jimin se sentia obrigada a fazer pra que ela corrigisse os erros e não comprometesse o grupo.

        O mesmo exposed também revelou que, quando o pai da Jimin morreu, as duas trocaram várias mensagens, em que a Jimin pediu desculpas, a Mina disse que ficou muito feliz com o pedido de desculpas e as duas se mostravam bastante amigáveis. Depois da acusação de bullying e da Jimin ter saído do AOA, ela parou de responder a Mina mas a Mina continuou mandando mensagens pra ela, cada vez mais pesadas (fazendo slut-shaming com ela, comparando a cara dela com a do Samuel L. Jackson – o que eu não acho uma ofensa porque ele não é feio, mas enfim – desafiando a Jimin pra uma luta de espadas e dizendo que vai matar ela, etc.).

        Também surgiram várias contradições da Mina: por exemplo, uma das alegações dela sobre o bullying é que a Jimin e a FNC proibiram ela de passar tempo com o pai no hospital antes dele morrer, mas observaram que a Mina teve duas semanas de licença pra cuidar do pai enquanto as outras divulgavam “Like A Cat” sozinhas nos music shows (e recentemente ela mesma disse que odiava o pai porque ele teria abusado dela quando mais nova); descobriram que ela era rude com um dos membros da equipe da FNC e mandava demandas por celular de madrugada, e por aí vai.

        Enfim, isso não significa necessariamente que a denúncia de bullying seja falsa, mas levanta a possibilidade (que até então pouquíssima gente tinha cogitado, e quando cogitava era chamada de apoiador de bully) de que ela pode ter mentido – ou, dado o estado psicológico dela, que ela interpretou as atitudes da Jimin de forma muito mais séria do que elas podem realmente ter sido.

        Pior que, embora a maioria dessas descobertas só tenha sido possível por esse vazamento, algumas (como a história dela ter sido proibida de passar tempo com o pai) podiam ser facilmente verificadas logo que as acusações foram feitas. Mas o público preferiu condenar a Jimin imediatamente, e depois fez o mesmo com as outras integrantes do AOA quando a Mina insinuou que elas eram coniventes com o bullying…

        Curtido por 1 pessoa

    1. Essa aí eu e mais uma galera que tem um pouco mais de experiência já estávamos cantando há tempos: sempre tem dois lados da mesma história, não é? E a verdade dificilmente está nos extremos, mas quase sempre no meio-termo. Essa história já cheirava mal desde o começo porque inúmeros detalhes, que podiam ter sido verificados para dar veracidade à história da Mina (ou desbancar), nunca foram investigados. Todo mundo caiu no conto por dó de quem parecia ser a vítima.

      Acho até que foi bem calculado da FNC (e da Jimin também, provavelmente) ter esperado as coisas se acalmarem um pouco e de mais gente ter ficado de saco cheio do drama interminável e das contradições constantes da Mina para jogarem umas verdades na roda. Se tivessem dito antes, ninguém acreditaria, diriam que é um complô contra ela kkkkkkkk. Não vou nem tão longe de dizer que a Mina inventou tudo como algumas pessoas sugeriram, mas acho que ela é simplesmente aquele tipo de pessoa sensível a críticas ao extremo e muito mimada, que não tem o costume de levar não; no primeiro sacode que levou da vida (e da Jimin) ela achou que estava sendo ‘a’ vítima da situação, e não simplesmente aquela colega folgada do trabalho em grupo que é carregada nas costas pelos outros.

      O foda é que a Mina acabou com a carreira do AOA, não só da Jimin – que pode até ser inocente, considerando as reviravoltas – e isso daí não tem volta. Respingou em quem não tinha poder na situação (como a Seolhyun, que era uma das maknaes e até mais nova que a Mina, abaixo de praticamente todo mundo na hierarquia, além de ter sido desde o começo a escrava favorita da FNC e estar passando fome em tempo integral para manter os CFs de academia e remédio de emagrecimento, tadinha) e até em quem aparentemente a defendia, como a Hyejeong. Não existe retratação que repare o dano a essa altura.

      Curtir

      1. Também acho que teve dedo da FNC nesses vazamentos. Da Jimin, eu já não sei; recentemente o Allkpop noticiou que um vizinho dela comentou que ela só sai de casa ultimamente pra passear com o cachorro, anda sempre cabisbaixa e parece muito magra e abatida. Toda essa história parece ter afetado o psicológico dela também, então espero que ela esteja recebendo algum acompanhamento.

        O irônico é que, se a Mina tivesse parado na primeira denúncia, se afastado das redes sociais e procurado tratamento (que, se não me engano, a FNC chegou a oferecer), ela estaria bem melhor em termos de saúde mental hoje, ainda teria o público do lado dela, possivelmente teria conseguido retomar a carreira de atriz (como ela chegou a dizer que pretendia) e só a Jimin teria se ferrado. Em vez disso, ela preferiu continuar alimentando a história e aumentando as acusações, se envolveu em escândalos desnecessários (como a enfermeira de hospital que ela exigiu que fosse demitida, ou o namoro com um cara comprometido e depois a acusação de que ela teria sido ameaçada de morte pelo pai da namorada do cara)… no fim, ela não só acabou com as carreiras das colegas (só a Seolhyun que parece ter conseguido recuperar a imagem de uns tempos pra cá), mas também enterrou de vez a carreira dela mesma.

        Curtir

        1. Da FNC, acho quase certo o envolvimento, mas as mensagens que a Jimin recebeu da Mina depois que a merda foi jogada no ventilador eu não vejo como outra pessoa poderia ter acesso a isso – bem provável que ela esteja recebendo aconselhamento legal, e foi ideia dos advogados não responder essas mensagens e divulgar tudo posteriormente, o que seria um passo para ela ter um direito de defesa aos olhos do público, e quem sabe ajudaria a reverter o jogo legalmente também.

          Eu realmente torço para que a Jimin tenha uma boa rede de apoio (de familiares e amigos, mas também psicológica) para enfrentar essa barra, porque eu não consigo enxergar a possibilidade de a Mina PARAR de acusá-la a essa altura, que não seja por uma intervenção psiquiátrica e psicológica SÉRIA da família (tipo uma internação e uma retirada das redes sociais até que ela receba “alta” e esteja mentalmente equilibrada), mas duvido que isso aconteça. O grande problema é que para a Mina ficar melhor, ela precisa QUERER ficar melhor e buscar tratamento, se comprometer a curar o trauma que ela diz ter sofrido, e isso é uma coisa que ela não quer fazer; ela se alimenta da atenção que recebe e se coloca sempre no papel de vítima em qualquer situação porque é conveniente para ela. Ela afundou o navio do AOA para derrubar a capitã, só que até agora não percebeu que estava dentro e está se afogando junto com todas as outras.

          Curtir

          1. Pior que essa semana ela aumentou a aposta contra a Jimin, acusando ela de ter cometido bullying contra outras pessoas incluindo a EunB do Ladies Code (que foi trainee na FNC) Рque faleceu num acidente de carro, o que convenientemente ṇo permite confirmar ou desmentir a acusa̤̣o.

            Parece que ela disse que a Youkyung (ex-baterista do AOA) e a Choa também foram vítimas. O caso da Youkyung é uma incógnita, porque há alguns indícios de que ela realmente não gosta muito da Jimin (o que não significa que tenha havido bullying, claro) – mas o da Choa me parece bastante improvável, considerando como a sociedade na Coreia do Sul valoriza a hierarquia nas relações pessoais definida pela idade, já que a Choa é mais velha que a Jimin…

            (a Mina também resolveu lavar roupa suja em público com a própria irmã, acusando a irmã de ter desviado dinheiro dela – e, claro, se dizendo revoltada pela irmã ter dito a ela que ela deveria se desculpar com a Jimin…)

            Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s