aespa emula BLACKPINK, finalmente acerta e me leva para Kwangya em “Savage”

Eu entendo que a SM tem dinheiro e pá, mas derrubar o Facebook, Whatsapp, Instagram e metade da internet como esquenta para o comeback do aespa? Oh wow!

Do ano passado até tempos atrás, o aespa me era mais um daqueles casos onde o conceito é maior que o produto servido em si. O debut com Black Mamba foi bem… existente dentro de uma porção de coisas mais interessantes que saíram no K-Pop no ano passado, o que me deixou bem desanimado de início para esse novo girlgroup da big3.

Aí a SM soltou um vídeo super elaborado sobre a tal Kwangya que permearia uma grande fatia dos releases da gravadora dali em diante, tendo o aespa como o gancho central nessa enorme fanfic cyberpunk sobre um mundo digital que se choca com o real (eu fiquei tão impressionado com isso que copiei uma parte prum conto que eu quero lançar ano que vem) e meu interesse voltou. Uma pena que tudo foi por água abaixo com Next Level, que mata uma demo bem legal enfiando um break medonho que até hoje não entendi o porquê de existir.

Mas o público coreano parece ter entendido, pois “Next Level” se tornou um dos grandes hits de 2021, de modo que todas as peças para o primeiro mini do grupo viesse já estavam lá. Mini esse que vendeu mais de QUATROCENTAS MIL CÓPIAS só em pre order, um feito e tanto prum rookie feminino hoje em dia.

Não quer gastar dinheiro com a gente não, é? Então vem cá…

Enfim, informações de lado, pra mim, Savage é o primeiro momento onde o grupo consegue somar o conceito todo já elaborado com o que de mais importante há num lançamento de K-Pop: a música! Não adianta, eu sou um ouvinte velho. Não só de K-Pop, mas de música pop num geral. Essa história de conceitinho, do visual e tudo mais, no fundo, são só acompanhamentos. Pode ser tudo bem planejado, bem construído e etc. que se a música for ruim, eu simplesmente não vou ouvir.

E “Savage” é muito legal de ouvir. Os sintetizadores mais pesados não ficam exaustivos, pois os versos repetitivos e cantados duma maneira mais debochada por elas conseguem dosar a experiência. É bacana que elas já setam o tom logo no começo, com o oh my goooosh! don’t u know eu sou selvageeeem? ridículos como se elas fossem colegiais loiras ricaças da Califórnia ou algo assim. Elas não se deixam levar à sério, não caem na armadilha que matou o último comeback do ITZY pra mim.

aespink in your area!

O refrão é ridículo na medida para ficar na cabeça e reproduzir de hora em hora, a bridge mais melódica é gostosinha com os “mais naives ai love uuuu” lá pra fazer referência à narrativa toda. E o final com o pancadão rolando pesado e uma das pirralhas gritando como se não houvesse amanhã é o ponto mais alto da música.

Agora… né… porra, SM! Isso aqui é tão BLACKPINK, mas TÃO BLACKPINK que, literalmente, tem takes com aquelas contraposições de preto e rosa. Podiam ter disfarçado um pouquinho, né? No próximo comeback a menina da franja reta vai fazer rimas repetindo o nome dela?

O mini-álbum está ótimo. Pra mim, é o melhor lançamento mina-fodona-try-hard-parafuso-no-liquidificador desse ano até então.

Você pode ajudar esse blogueiro a alimentar sua naevi clicando aqui e conferindo a página de colaborações do blog.

11 comentários em “aespa emula BLACKPINK, finalmente acerta e me leva para Kwangya em “Savage”

  1. A E.d Hacker é a responsável por derrubar a internet do planeta junto com sua æ, uma fanart 3D da Lalisa Manoban, afinal o que é invadir o sistema de um museu de arte digital perto de quem quase livrou o planeta do mal da humanidade: o império do Mark Zuckerberg?
    A música é aquele panelaço hyperpop que a SM prometeu entregar no começo do grupo, e toda a divulgação tem um pouco da ænergy que o grupo tinha quando anunciaram o conceito. Dessa vez finalmente deixaram a Giselle ser uma FODONA e fazendo o que sabe de melhor (ser artista), e a Karina matou na dança, como sempre. O que eu não gostei sinceramente foi o excesso de Winter, a cada 2s aparecia a Winter com cara de paisagem segurando uma arma, Bolsonaro certamente ia amar esse estilo de propaganda pro armamentista, a SME deve estar com algum acionista que também é dono do LOONA para ter colocado esse take na persona da garota (e eu acho que Lucid dream veio de alguma demo delas que o velho do Sooman pegou quando visitou a BBC na era So What).
    De resto, é claro que as meninas querem cantar sobre amor a quatro paredes ou como realizar os desejos do seu boy, ou talvez falar como as frutas na feira são lindas no verão coreano tomando suco de laranja, mas a SM já chega com meia dúzia de piercings, braceletes, botas pretas e maquiagem dizendo “hora da la(lu)cração meninas!!!” E somos obrigados a ouvir a vocal do século, uma chinesa FODONA, brigar com outra garota em high notes nos finalmentes da música. Kpop é assim.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Impressionante como essa estética early 2000s voltou com força, né? Tanto a música quanto os figurinos são coisas que eu poderia encontrar lá em 2004, e apesar de ser meio cringe, apela para a nostalgia e eu curto. É futurista e retrô ao mesmo tempo, e o MV me deu vontade de usar estampa de camuflagem não ironicamente.

    Curtido por 1 pessoa

  3. E eu caçando no sentido qual música leva Savage? Daí lembrei e tudo mais.
    Sobre a música, não é pra mim, é mais ouvivel que a última? Sim, mas não é algo que va gostar direto e me fazer seguir o grupo.
    Sobre o mini, achei chato e só curti Yeppi Yeppi por ser mais alegre, o resto parece invenção do NCT.
    PS. Não sei que milagre não ter rolado brigas e intrigas entre os dois fandons pela similaridade kkkkkkkkkk

    Curtido por 1 pessoa

  4. E mais, que esqueci de escrever_ só eu que me incomodo da sm sempre esconder a NingNing e a Giselle e a tela ser toda das outras duas que tem a expressão 😐😐😐? Me incomoda demais, são um quarteto cara, fica mais nítido ainda.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s