Meninos do ENHYPEN são jogadores interdimensionais do flamengo em “Tamed-Dashed”

Que foi? É sempre bom ganhar uns views da torcida do mengão!

Uma coisa pouco divulgada que deixará alguns de vocês boquiabertos é que, por uma série de alinhamentos no cosmos, eu estou bem biased nesse grupo novo chamado ENHYPEN. Pra quem não tá tão por dentro da área cueca do K-Pop, esse é aquele grupo formado pelos vencedores do I-LAND, reality do ano passado apresentado pela IU na MNET em parceria com a BigHit para montarem os irmãos ainda mais novos do BTS (pois os mais novos “oficiais” são os TXT).

Meio que caguei gostoso para o debut BTSish deles que nem lembro mais o nome, mas as coisas mudaram de figura esse ano. A BE:LIFT, subsidiária da HYBE, que é aquele grande conglomerado da BigHit que vem fagocitando outras gravadoras, talvez por só ter eles no catálogo, tem conseguido criar uma aura diferenciada pro grupo, fazendo com que eles não sejam tão evidentemente ligados ao BTS, algo que a própria BigHit também está fazendo com o TXT, por sinal.

Mas enquanto com o TXT a ideia é levar eles pruma área mais rockista, com o ENHYPEN, o plano parece ser mais pro lado jovem-pan-anos-2000 da força. Só esse ano eles já haviam soltado duas músicas que estão em alta rotatividade aqui em casa: Drunk-Dazed, um enorme farofão bate cabelo para as boates, bem a cara do K-Pop na era de ouro, e a midtempo sensual Fever que, bom, é uma midtempo sensual.

Para o primeiro “álbum” deles (pffff, oito faixas, sendo que uma delas é intro e outra é interlude), eles voltaram pro lado requebrativo das pistas de dança, trazendo em Tamed-Dashed aquele dance eletrônico teen animadaço e despretensioso que um monte de acts norte-americanos apostavam ali por 2010, 2012 e certamente bateriam ponto numa para de Mix TV da vida ou numa trilha sonora de filme Disney Chanel:

Isso é tão diferente do que é o K-Pop masculino atual num geral que, assim como outras faixas de oppa mais diferentes que saíram esse ano, me diverte bastante. Ainda não parei pra ouvir o “álbum” (pfffffff), mas se tiver mais umas duas nessa pegada, já terá valido a pena.

Ricos.

Clique aqui para saber como colaborar com esse blogueiro.

3 comentários em “Meninos do ENHYPEN são jogadores interdimensionais do flamengo em “Tamed-Dashed”

  1. Quem diria que abriria minha boca pra dizer que gostei de um ato masculino a essa altura do campeonato? Curti demais essa música, achei a cara da Disney mesmo da vida, e que ouviria horrores na rádio. O mini álbum também tá legalzinho.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s