Jo Yuri evoca a IU fumada na ótima “Glassy”, seu debut como solista pós-IZ*ONE

Deixa eu aproveitar a pauta “ex-IZ*ONEs debutando após o término do grupo” para comentar essa aqui que foi uma das músicas mais gostosinhas desse ano, mas acabei não dando tanta atenção no blog à época do lançamento…

A Jo Yuri é outra ex-IZ*ONE que já está seguindo em frente. Ela, aparentemente, era bastante popular no Produce 48, pois fechou o programa no #3 lugar do ranking. Foi a segunda do grupo a debutar solo, sendo precedida pela Eunbi, da Woollim Entertainment, mas eu não curti Door, então vamos focar no que é bom: o fato de algumas gravadoras no K-Pop parecerem ter aprendido com o erro de gerenciamento que rolou após o I.O.I.

Naquela época, as empresas ainda estavam tateando o que aconteceria após o Produce 101 e como elas trabalhariam a fama recém-adquirida das trainees, tendo elas vencido ou não o programa. Nessa, rolaram muitas bolas foras: a Starship enfiou a Yeonjung no Cosmic Girls, um grupo já com 12 integrantes, sem nenhum motivo aparente; a Jellyfish jogou a Sejeong e a Mina no Gugudan enquanto o I.O.I ainda estava na ativa; a MBK tacou ainda mais gente no line-up do DIA jurando que a presença da Chaeyeon desfloparia o grupo; Weki Meki e Pristin também foram montados com integrantes demais para serem carregadas pelas garotas que ganharam e, no fim, nada realmente funcionou.

Ao menos não para essas, cujos apelos foram diluídos em meio a conjuntos enormes. Quem se deu bem foi a Chung Ha, já que a MNH Entertainment tacou as meninas do BVNDIT, com quem ela provavelmente debutaria junto, na geladeira e resolveu trabalha-la solo, e a Somi, que deveria ter entrado no ITZY, mas as peças se moveram de modo a ela ir parar numa subsidiária da YG e hoje hitar como solista (mesmo com todo o esforço para o contrário acontecer, mas nem vou entrar nisso).

Então, chegamos nessa nova geração do K-Pop (a quarta já, né?), onde a Wake One Entertainment (que vai gerenciar o Kep1er) entendeu que seria melhor usar o azarão dela sem atochar outras trainees junto. E que ótimo para mim que o primeiro single dela é bom desse jeito.

Glassy é uma dessas “músicas divertidas de solistas novinhas inspiradas na IU fumada de 23 anos” que funcionam muito na minha playlist. O instrumental é criativo e simpático, a interpretação vocal mais suspirada da Yuri cola bem nesse formato, o drop após o refrão é gostosinho, a letra metalinguística com o fato desse ser um novo passo para ela como idol é bonitinha e o MV com ela fascinada com um sapato de cristal gigante é bem a viagem de drogas que cola legal nessa proposta (me lembra solos do Loona, inclusive pela produção do MonoTree).

Embora a faixa não tenha ido lá essas coisas digitalmente, o álbum do single vendeu um pouco mais de 80 mil cópias até então e garantiu um peak de #5 na parada de discos da Gaon pra Yuri, o que é um bom começo para qualquer solista no K-Pop a essa altura do campeonato. Tomara que a gravadora pegue o lucro certo que terão com o Kep1er e continue investindo na Yuri daqui em diante. Quero mais delicinhas igual “Glassy” pro ano que vem.

Um comentário em “Jo Yuri evoca a IU fumada na ótima “Glassy”, seu debut como solista pós-IZ*ONE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s