WA DA DA: Kep1er debuta entregando o primeiro farofão crocante de 2022

A final do Produce 999 foi um dos eventos mais engraçados de acompanhar da esfera capopeira atual. Basicamente, assisti aos fãs da terceira geração se chocando pelo fato de os fãs da quarta geração serem ainda mais malucos que eles e, junto dos pauzinhos da MNET (que já é conhecida por esse tipo de mutreta, mas ninguém se importa de verdade, já que continuam consumindo os survival shows da emissora), elegerem como vencedoras um line-up totalmente desigual da proposta do programa. E incluírem a tal da Bahi em uma das posições mais altas, única e exclusivamente por ela ser irmã de um moleque do TXT.

As reações foram as mais hilárias possíveis, com os 18~22 da terceira geração abismados com o quanto essa indústria é injusta e que ser rico e ter parente famoso fala bem mais alto que talento, enquanto os 12~17 da quarta geração, mais “woke”, alçaram a tal da Bahi como um totem contra o bullying e a favor da saúde mental na internet, afinal, reclamar (em português no Twitter) dela ser tão cotada é o mesmo que incitar ao suicídio ou algo assim. Pra mim, que sou um velho da segunda geração, foi entretenimento puro!

Passado isso, enfim o Kep1er, que evidentemente será um grande sucesso, já que MNET e “Produce”, debutou com WA DA DA. Os números altos já vieram, mas será que a música realmente vale o burburinho todo?

Na real, “WA DA DA” é uma faixa bem divertida. Esses números de mina fodona são os que estão em alta no momento e inevitavelmente continuarão ao longo desse ano, então é legal que os produtores responsáveis (uns tais de PRISMFILTER, que têm uma porção de album tracks de outros acts no catálogo, mas quase nada de titles) se preocuparam em deixar a faixa prum lado mais farofeiro e dançante em vez de só naquele trapzão de boygroup ruim que uma porção de gente tem lançado.

Não é algo tão cataclísmico quanto Pirate, do Everglow, mas cola legal como um ponto de partida. Os sintetizadores clubber do refrão dão um tom de “grupo nugu de 2016”, como se elas fossem um Laysha, Icia ou Pocket Girls da vida, só que com muito mais orçamento para o videoclipe.

Tcheca, tcheca, tcheca, tcheca, tcheca… I’m time bomb!

Talvez eu preferisse uma interpretação vocal menos aguda de algumas das integrantes (aí as chinesas que foram chutadas no último minuto fariam uma boa diferença), talvez elas ainda necessitem de MUITA experiência para não parecerem só garotinhas descoordenadas e sem muita atitude deslocadas no MV, mas não é nada que estrague a experiência.

No fim, “WA DA DA” é uma música ruim/boa, que talvez ficasse melhor lançada por um punhado de nugus sonhadoras com o orçamento de uma coxinha e um guaravita em vez de pela máquina de dinheiro que é a MNET. Mas ainda assim funciona despretensiosamente em minhas playlists diárias, então nem tenho de verdade o que ficar reclamando. Ainda mais que LITERALMENTE não tem nada de novo melhor para ouvir desse ano (shame on you, Girls on Top).

6 comentários em “WA DA DA: Kep1er debuta entregando o primeiro farofão crocante de 2022

  1. A música é melhor do que eu esperava (mas eu esperava que fosse ser um lixão, então isso não quer dizer muita coisa). Mas continuo sem interesse nesse grupo, e continuo achando que pelo menos metade das integrantes dele poderiam ser trocadas pelas maravilhosas gêmeas Liang.

    Pelo que andei vendo, os fãs da irmã do cara do TXT estão reclamando que ela quase não tem linhas na música – mas considerando que a gata é bem medíocre cantando, acho que a Mnet fez a escolha certa. Se ela melhorar como vocalista, aí tudo bem darem mais linhas pra ela (e vale lembrar que a Seolhyun NÃO TINHA LINHA no debut do AOA, e alguns anos depois já estava ganhando mais linhas que a sempre esquecida main vocal Yuna…).

    Curtido por 2 pessoas

  2. Por ser de um grupo da MNET, achei que tentariam vir com um conceito mais próprio do que reciclar o que é moda.
    No caso dessa música, apesar de ter bem a pegada girl crush, ainda me remete muito a época dos debuts pós i.o.i, quando os grupos vinham com aquele “teen crush” que mesclam a catarrera de boygroup com uma coisinha mais colorida e aguda.
    Já a parte dos Wadadadada revivem a criatividade dos DUN DUN, CLICLACK, BADABIM BADABOM, LALALILALA ou DURUDUMDURUDUM.
    Só não entendi a coreo fazendo um c* com a mão, no início pensei que seria aquele coração/maçã que a Chuu inventou, mas depois entendi que tão apertando uma bola anti-stress.
    A irmã cotada ficando com duas linhas, não sei se foi a MNET dando o que ela mereceu pelo desempenho no show, ela fazendo só o que realmente deu conta ou um plano ardiloso de ir dando destaque aos poucos pq sabe que o fandom do irmão vai engajar muito no twitter.

    Curtido por 2 pessoas

  3. Achei a música uma bela de uma porcaria. Totalmente esquecível.
    Não vou perder tempo nem comentando sobre ela.

    O MV eu também achei fraco e esquecível.
    Embora tenha um orçamento bacana, alguns efeitos especiais e movimentos de câmera interessante, acho que faltou conceito e algumas cenas que passassem mais carisma, mostrando melhor os rostos das garotas e suas expressões faciais.
    No fim das contas ficou mais parecendo um vídeo de coreografia bem produzido, do que um MV em si.

    Basta comparar com o MV de baixíssimo orçamento que o Woo!ah! lançou hoje (Catch the Stars) e ver a diferença de uma produção que sabe o que está entregando.
    Não é só dança. Tem cenas temáticas com as meninas separadas, demonstrando muito carisma. É outros 500, mesmo não tendo provavelmente 1 décimo do orçamento e com isso tendo uns efeitos bem toscos.

    Também não gostei do figurino, que não marca bem a coreografia, algo que o Ive fez muito bem recentemente com aquelas luvas azuis.

    E por fim, a coreografia as vezes parece mal ensaiada, com algumas meninas fora de sincronia e mal posicionadas na formação.

    Enfim… esse debut não vai entrar na minha playlist, infelizmente, porque gosto muito de algumas das meninas, principalmente da deusa Chinesa.
    Resta esperar que o próximo MV não seja tão “qualquer coisa”

    Curtir

  4. Thank God que não deram muitas linhas pra irmã do garoto do TXT… a menina não sabe demonstrar carisma no palco, imagina ela aparecendo demais no MV? Que horror! Mas tirando a falta de carisma da fofolete, a música é ótima e só nos resta ver por quais caminhos esse grupo vai ser levado, e que dona Barrilyih melhore nos próximos releases

    Curtir

Deixe uma resposta para Guilherme Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s