Raspa no tacho (30/04): Ayumi Hamasaki, Utada Hikaru, Wednesday Campanella e outros jotapopes pra vocês!

De tempos em tempos, uma porção de trecos saem e, por algum motivo, como falta de relevância para encher um post inteiro, ou falta de tempo deste que vos escreve, acabam não dando às caras aqui quando deveriam. Juntem isso tudo num lugar só e, plim, temos a raspa no tacho.

[ Ayumi Hamasaki – Nonfiction ]

A Ayu já soltou alguns bons singles nesse retorno em prestações dela à indústria após seus problemas de saúde, mas “Nonfiction” é, de longe, o que mais me cativou até aqui. O eletrônico-EBM-sombrio me lembra as coisas do “Next Level”, que é meu álbum predileto dela. O clipe metade pink, metade puteiro, também é icônico. Melhor faixa dela em uns seis anos.

[ Utada Hikaru, Warren Hue – T ]

Além da BIBI, quem também soltou música nova após a participação na apresentação da 88rising no Coachella foi a Utada. E é uma parceria com aquele rapper da indonésia que abriu o show dublando por cima de um playback, mas ele não compromete a música. “T” é uma balada bem bonita, sendo uma boa “versão Utada de sonoridades recentes”. Não é a maior música dela esse ano, mas é o suficiente.

[ Wednesday Campanella – Orihime ]

O Wednesday Campanella está para lançar seu primeiro mini-álbum nessa nova formação e esse aqui é o primeiro single dele. É ainda outra maravilha do trio, com um pós-refrão fritado que derrete o cérebro no doce. Ou seja, um puta jam.

[ AKB48 – Motokare Desu ]

Queria ter pirado tanto quanto vocês nesse single “menos AKB48” que o AKB48 soltou, mas achei chato.

[ PRIKIL – Somebody ]

Era pro NiziU ser assim, né? O refrão energético é bacana, contagiante. Bem Twice festivo da Coreia do Sul (inclusive, me parece “Cheer Up”). Gostei.

[ Happiness – Everything ]

Interessante mesmo depois da Reina ter assassinado qualquer resquício do que seria o E-girl (para depois servir umas músicas horríveis) o Happiness ter encontrado uma sobrevida. Talvez as integrantes realmente estejam interessadas em continuar atuando como as Pussycat Dolls da indústria idol. Se as músicas continuarem tão ótimas quanto essa acima, por mim, tudo ótimo!

[ XG – Tippy Toes ]

Meio atrasado nessas gatas aqui, mas parece que esse é um novo projeto do Japão de soar global como o K-Pop (até mandaram e-mail aqui pro blog pra divulgar enquanto eu estava de férias, mas não sei se foi algo profissional ou de fãs). Eu curti a faixa como um todo. O instrumental Timbaland é legal, os vocais mais suspirados de algumas delas com outros mais fortes também são uma delícia e o vídeo com elas de terninho é divertido. Tomara que vá para frente com mais singles.

[ BiSH – Gomenne ]

Um dos grupos idol que mais curto na atualidade, o BiSH, vai disbandar no ano que vem. Aí, ao longo de 2022, elas estão soltando vários troços de encerramento. Os três mais recentes são muito legais. Tem essa “Gomenne” (que escrita com o alfabeto romano fica estranhíssima, mas em hiragana, ごめんね, faz mais sentido estético), um pop/rock ultrassentimental cujos vocais esquisitos dela levam prum lugar bem bonito.

[ BiSH – Final Shits ]

“Final Shits”, que é mais dentro daqueles rocks sinfônicos com sintetizadores que poderiam ser usados como abertura ou encerramento de algum anime da temporada. É um tipo de proposta que totalmente me ganha, embora eu saiba que não é bem o treco que vocês capopeiros curtem tanto.

[ BiSH – I have no idea ]

E “I have no idea”, mais animadinha, vibrante e colorida, que me remete ao repertório do PUFFY. Três grandes hinos de AiNA gostosa e suas amigas.

[ Airi Suzuki – Heart Wa Oteage ]

HAHAHAHAHA com a Airi Suzuki com quase trinta anos na cara se prestando a soltar um kawaii-pop rosinha fofinho assim logo depois de ter mudado sua imagem para a de uma grande gostosa. A música é divertida.

[ JP THE WAVY – Mango Loco ]

Esse rapper feioso aí eu conheci anos atrás quando ele soltou uma versão em japonês de Dilemma com a RiRi. Essa música nova dele está hilária, com ele pagando de malvadão enquanto faz um comercial para energético saber manga. Oh, o Japão! ❤

[ Kairi Yagi – Self Help ]

Já essa mina aí eu não tenho a mínima ideia de quem seja. Mas a música é ótima. Curti muito a flautinha folclórica no instrumental dance. Ela dá um clima ao mesmo tempo elegante e assustador no resultado final.

[ ReoNa – Life is Beauty Four ]

A ReoNa tem uma música na trilha sonora do anime de “Shadow’s House” que eu descobri tarde demais e acabei não incluindo no top 100 do ano passado (devia ficar ali pelo top 30 mais ou menos). Essa nova também é muito boa.

[ Official Hige Dandism – Mixed Nuts ]

Encerrando, temos o Official Hige Dandism, que pegou um top 10 aqui ano passado com a opening de “Tokyo Revengers”. Essa daqui é usada na trilha de outro anime, bem melhor, o “Spy x Family”. Somzão.

E aí, faltou comentar alguma coisa de abril?

3 comentários em “Raspa no tacho (30/04): Ayumi Hamasaki, Utada Hikaru, Wednesday Campanella e outros jotapopes pra vocês!

  1. A Ayu tem acertado nos últimos três ou quatro singles, não? Será que o próximo álbum dela vai ser um ponto alto na carreira dela depois de tantos pontos baixos? E será que o Japão vai abraçar esse álbum, considerando que até Utada, que vendia melhor, flopou com seu álbum mais recente (e nem vamos comentar o da Koda Kumi…)? Tomara!

    Quanto a esse XG, a música é legal, mas é meio decepcionante ver um grupo japonês basicamente só emulando o k-pop (e curioso que elas estão cantando em INGLÊS, igual o FEMM no início de carreira). Tinha ouvido falar que a Hikaru (do Kep1er) fará parte desse grupo, mas não faço ideia de como isso vai funcionar; se a Mnet vai liberar ela pra gravar alguma coisa com o XG entre os intervalos do Kep1er (o que não deve acontecer tão cedo com o Queendom 2, ainda mais que ela tem basicamente carregado o resto do grupo nas costas…) ou se ela só vai aparecer depois que o contrato do Kep1er acabar – e, nesse caso, se o XG ainda vai existir até lá.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ayumi Hamasaki – amei a ousadia da gata em plagiar aquela música do Ken Hirai com Namiezão

    Utada Hikaru – tem coisa melhor no Bad Mode

    Wednesday Campanella – impressão minha ou a Utaha tá com a voz parecida com a da KO.MI? A música tá dilicinha

    AKB48 – outra ótima farofa

    PRIKIL – tbm amei e recomendo Amazing Girls, que até ganhou um Dance Performance

    Happiness – assim como a Coreia, o Japão tbm precisa de um retorno triunfal do sexy concept, já que nem Kodão anda tão sensuellen assim nos MVs. As gatas entregaram sem prometer

    XG – até que é gostosinho

    BiSH – só vou salvar a faixa à la Puffy Ami Yumi. Até dancei aqui e já quero aprender o passinho da xereca desgovernada

    Airi Suzuki – o MV é lindo, mas saber que Airi pode ser uma grande gostosa como ela já demonstrou faz isso aqui ser bem sem sal. Já sabemos quem é a Jessica Jung do Japão, que acha que pode ser fofolete com 30 anos de idade na raba

    JP THE WAVY – sambou em todos os rappers da atualidade

    Kairi Yagi – não conhecia, mas foi uma ótima descoberta. E preciso fazer amizade com o fantasma do lençol metalizado

    ReoNa e Official Hige Dandism – trilha sonora de anime, bye bye

    Curtir

Deixe uma resposta para Brave Sound Drop It Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s