O sonífero que não fez sentido nenhum pra HyunJin e pro Loona de “Around You” | Desbravando o Loonaverso #02

Tem vezes que rolam uns acontecimentos que, com o olhar do futuro, a gente só pensa: “…sério?”

É isso que me vem à cabeça toda vez que me lembro que Around You, com a HyunJin, foi um single oficial dentro da campanha de pré-debut do Loona em vez de uma outra faixa aí (já chego nela).

Era novembro, a BBC havia chamado alguma atenção para o projeto de garotas do mês com “ViViD” e o quão divertida aquela música era. E essa galera que já havia sido cativada pelo burburinho inicial se interessou em ir atrás do que mais viria disso em seguida.

Aí, por sabe-se lá qual motivo, o que saiu foi isso aqui…

Bom, eu “entendo” (com muito esforço) a ideia aqui. Essas baladinhas “de cafeteria”, geralmente utilizadas como OSTs para doraminhas, hitam desde sempre na Coreia do Sul. Faz sentido utilizarem algo com esse apelo para uma das meninas. E o projeto ainda estava tateando o mercado, vendo o que poderia ser mais legal de apostar ou não. É… “entendível”, certo?

O problema é que “Around You” é uma baladinha MUITO água com açúcar, MUITO fraca, sem praticamente nada que a destaque do resto ou que a sustente como si mesma musicalmente. O instrumental é derivativo, a interpretação vocal linear da HyunJin não dá dinamismo à faixa (ela parece igual do início ao fim), nada nela é tão cativante quanto uma baladinha de cafeteria legal poderia ser (exemplos gostosinhos aqui, aqui e aqui).

E ainda vendem ela bem mal no MV. Ela só começa a tocar em primeiro plano mesmo depois de mais de um minuto e vinte de vídeo. Antes disso, ela é usada como trilha sonora diegética, que é quando o personagem em tela está ouvindo a música na cena. Por conta disso, ela é distante, abafada, não é o principal em cena, o que é um crime em videoclipes. Só lá para a metade que ela se torna incidental, e aí dá para ouvir direito.

Mas fora isso tudo, o clipe é bem bonitinho. Como rolavam com os releases desse início, não tem muito coisa relacionada ao que viria ser o ~loonaverso~ nele, exceto o animal dela, o gato, aparecer bastante. E aí, mesmo nisso de aproveitarem coisas para a eventual narrativa que se formaria, sempre penso que, na real, a música que deveria ter sido usada como single era essa aqui:

I’ll Be There foi lançada como b-side do single (e aqui ela é “b-side” no sentido correto, de ser a faixa “lado b” que acompanha o single, não no sentido maluco que vocês capopeiros colocaram PARA TODA E QUALQUER ALBUM TRACK). Essa é uma música melhor que “Around You” em vários sentidos, como nas influências de new jack swing do instrumental muito bem executadas, no refrão fofinho extremamente contagiante, e nos vocais mais energéticos que elas duas colocam.

Além disso, “I’ll Be There” trouxe algo que, de fato, entrou pro lore do loonaverso daí em diante: HeeJin e HyunJin como soulmates. Elas seriam aproveitadas como dupla em outros diferentes momentos da narrativa criada para o grupo. E aí, olhar para trás e pensar que não foi esse o prato principal do debut da HyunJin é só… esquisito. Sem falar que a personalidade que ela foi mostrando nos vídeos do canal do Loona no YouTube é bem mais em linha com essa bobageira peralta do que com a seriedade sensível de “Around You”.

Enfim, uma caçamba de lixo. Felizmente, esse foi o único vacilo real do Jaden ao longo do projeto de pré-debut. A partir da próxima garota do mês, as coisas voltam a esquentar de verdade.

4 comentários em “O sonífero que não fez sentido nenhum pra HyunJin e pro Loona de “Around You” | Desbravando o Loonaverso #02

  1. Concordo plenamente com sua análise.

    Lembro que “Around You” me deixou a impressão que a HyunJin devia ser aquelas idols mais tímidas e meigas que eram o padrão do k-pop na época, e quando eu finalmente vi os vídeos dela no LOONA TV, foi um choque, porque a personalidade dela não tinha NADA a ver com a imagem que esse MV projeta. Se bobear, a mulher consegue ser mais caótica e bagunceira que a Chuu (que já é um poço de caos); uma personalidade dessas merecia uma música muito mais animada, algo que soasse como uma abertura de anime shonen ou algo assim, não uma trilha sonora de cafeteria.

    Pelo menos “I’ll Be There” é muito boa, talvez a melhor B-side dos singles solo do Loona (embora seja uma pena que, na B-side do single da própria HyunJin, a BBC tenha preferido botar a HeeJin cantando 2/3 da música sozinha).

    No mais, é triste como a HyunJin sempre é deixada em segundo ou terceiro plano desde que o Loona ganhou o formato de OT12, mesmo tendo uma voz bonita e possivelmente a personalidade mais interessante dentro do grupo (e do k-pop como um todo, talvez atrás do PSY). Tomara que a atenção que ela ganhou com o striptease icônico no Queendom 2 faça a gata (em mais de um sentido) ganhar mais destaque no grupo daqui pra frente. Embora eu duvide que isso vá acontecer.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Acreditam que eu fui saber dessa música no queendom? Eu não lembrava da mocinha de vestido azul no grupo, não lembrava do debut solo dela, de falar com as outras, de NADA. Ai fui atrás e lembrei que tinha sim visto o clipe de ill be there, mas nem me toquei de saber quem eram, se era solo, em resumo só fui escutar uns dias atrás. Acho que isso mostra como foi uma música ruim para o solo dela kkkkk

    Curtido por 1 pessoa

    1. Pior que, se o que eu li for verdade, esse solo dela nem foi produzido especificamente pro Loona (ao contrário da maioria das músicas do pré-debut), mas sim uma música que o Jaden Jeong tinha feito pro Ladies Code e só reaproveitou pro projeto do Loona…

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s