PLAYLIST: abril de 2022

Abril foi um mês bastante movimentado, mas bastante feliz. E no mundinho da música pop asiática, saiu provavelmente a minha candidata à SOTY vinda, aleatoriamente, de uma ex-IZ*ONA. Vamos às faixas escolhidas pra atualização da playlist e aos comentários breves…

01. KWON EUNBI – GLITCH: Sou putinha desse números house glamurosos onde todos os problemas da vida parecem escorrer pelo ralo enquanto tocam uns batidões coloridos e me imagino mandando uns vogues numa boate esfumaçada dos anos 90. Pra mim, a melhor do ano até então.

02. IVE – LOVE DIVE: Mas essa aqui não fica tão atrás não. Eu nem sei explicar direito o porquê, mas “Love Dive” me passa uma impressão “épica”. E esse final é matador demais.

03. JIU – CHERRY (REAL MIRACLE): Eu meio que caguei pra faixa título do full album que o Dreamcatcher soltou. As melhores coisas da tracklist estão mais pro final, com os solos das integrantes. Minha segunda favorita foi “Cherry”, da JiU, que é mais um daqueles números setentistas Doja Cat Say So que quase sempre funcionam.

04. ONEW – DICE: E essa do Onew me traz a mesma vibe gostosinha da JiU acima, mas com elementos dos anos 80. As pessoas não precisam reinventar a roda. Todos amamos a roda. Quando a roda é bem feita, saem pérolas assim.

05. AYUMI HAMASAKI – NONFICTION: Falando em não reinventar a roda, eu genuinamente imagino que a demo dessa nova da Ayu deveria estar guardada na gaveta por uns 10, 12 anos, pois está certinho em linha com aquele EDM que as j-divas soltavam no começo da época. E eu adorava aquela época, então adorei “Nonfiction”.

06. WEDNESDAY CAMPANELLA – ORIHIME: Falando em pancadões eletrônicos, sigo vivendo por essa nova fase do Wednesday Campanella, que é nada mais que eles retomando as fritações do passado do jeitinho que eu amava.

07. KAIRI YAGI – SELF HELP: Essa aqui é uma graça. A mistura do vocal da mina com o instrumental viajado e com elementos tradicionais japoneses além do dance é muito cativante.

08. HAPPINESS – EVERYTHING: Achei meio aleatório esse retorno do Happiness (só nelas a Reina não conseguiu colocar fogo?), mas “Everything” é uma música bem legal e numa pegada que não me lembro de ver o grupo abraçando antes disso. Sejam welcomidas, gostosas!

09. XG – TIPPY TOES: XG é um nome meio tosco pra girlgroup, me lembra tamanho de roupa. Mas a música ao estilo Timbaland é ótima. Mais ou menos uma versão japonesa do que o LE SSERAFIM (que eu gostei do nome, chupa Brave Sound) faria logo depois na Coreia. Ainda estou decidindo qual das duas prefiro.

10. BIBI – BEST LOVER: Adoro essas emuladas no pop/RnB atual que a BiBi faz, como se fosse uma Ariana Grande da Coreia do Sul. Só fiquei meio wtf com essa porque ela acaba muito rápido, mas não chega a comprometer de verdade.

11. BISH – GOMENNE: Ainda não estou preparado para dar adeus de vez ao BiSH. Mas que bom que elas estão aproveitando bastante essa farewell tour com faixas que transmitem bem essa sensação de despedida.

12. REONA – LIFE IS BEAUTY FOR: Outra gracinha nipônica que nos evoca sentimentos bonitinhos, e sem se deixar ir muito no açúcar. ❤

13. OFFICIAL HIGE DANDISM – MIXED NUTS: É sensacional quando grupos conseguem transpor ao áudio exatamente a sensação energética exigida por um anime. Impossível não se deixar contagiar ouvindo isso.

14. MOON BYUL – C.I.T.T. (CHEESE IN THE TRAP): A Moon Byul costuma soltar as faixas mais chatas entre os solos do Mamamoo, então estou ABISMADO com ela realmente funcionando nessa pegada pop/rock. Devia ter apostado nisso desde o início.

15. BISH – FINAL SHITS: Eu sou apaixonado por esse j-rocks sinfônicos cafonões que parecem OP de animes. Vocês provavelmente pularão, mas saibam que estão perdendo um hino!

16. SUHO – HURDLE: Outra surpresa do mês. O Suho consegue vender um vocal sapeca que eleva a proposta a outro nível. Ele deve transar.

17. SIYEON – ENTRANCING: Já o meu solo favorito do disco do Dreamcatcher foi esse aqui da Siyeon, uma balada meio mística que mistura na back track aqueles sons de caixinha de bailarina, deixando o resultado lindamente creepy. Podia ter recebido clipe.

18. MIYEON – DRIVE: Pra encerrar, Miyeon emulando Taeyeon em “Drive”. Já disse, está tudo bem com a roda, ela não precisa ser reinventada!

E quais foram as prediletas de vocês em abril? Dessas, estou com “Glitch”, “Love Dive” e “Dice” no pódio, com “Entrancing” e “Nonfiction” fechando o top 5 do mês.

6 comentários em “PLAYLIST: abril de 2022

  1. “o LE SSERAFIM (que eu gostei do nome, chupa Brave Sound)”

    Fazer o quê; mau gosto não se discute, só se lamenta.

    (no mais, quem diria há um ano atrás que Ayumi Hamasaki teria uma música entre as melhores do mês? Mas mereceu; “Nonfiction” é muito boa!)

    Curtido por 1 pessoa

    1. O mini do Suho é MUITO melhor do que a A-side Grey Suit nos leva a acreditar. Ainda bem que ele veio com uma double A-side lançando clipe para Hurdle, ou não teria me dado ao trabalho de ouvir e descobrir um ótimo lançamento. Um dos melhores acts masculinos que a SM lançou em tempos: é original sem ser experimental ao extremo, divertido, e não tem aquela pinta de que estava tentando emular o Taemin.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Eu amo demais Official Hige Dandism desde que assisti um j-drama e o tema principal era tocado por eles, uma música chamada “I Love…” que não é nada demais, mas que teve a capacidade de me deixar sorrindo. Foi assim também com outras músicas deles que acabei ouvindo depois tipo Universe, Stand By You, the Pretender… A discografia deles é muito boa, curti demais Mixed Nuts e eu sempre indico eles pra quem quer escutar umas “musiquinha de anime”.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Sua exaltação à mediana (para não dizer medíocre) Glitch para mim é… Incompreensível. Mas acho que todo mundo tem que se apegar e defender até a morte alguma porcaria indefensável, né, forma caráter isso.

    Curti Love Dive, Hurdle e Drive bastante. Dreamcatcher eu costumava ter mais paciência (?) para ouvir, já faz uns 3 comebacks que estou de saco cheio de elas lançarem coisas sem variedade, nem ouço mais, e até as que curtia eu pulo da playlist, então já ficaram com Deus antes da review.

    Curtir

Deixe uma resposta para jeusca 🖤 (@jeuscadesu) Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s