BTS consegue deixar até Charlie Puth broxante

Charlie Puth deve ser o meu cantor pop atual predileto aqui do ocidente. Ele começou a carreira naquele rap tenebroso do Velozes e Furiosos, depois, aparentemente, a gravadora tentou empurrar nele uma imagem de “namoradinho da América”, que foi corroborada pelo namoro dele com a Meghan Trainor, que ele mesmo já disse ter odiado, porque ele ainda era um iniciante e as músicas eram todas, da falta de um termo melhor, “estéreis” demais.

Mas aí ele cresceu e resolveu dar uma de Wonho, não só por ter passado um tempo puxando ferro, mas por adicionar nas músicas de nos clipes um ar mais sexual que fez muito bem pro som dele. É como se ele, pouco a pouco, estivesse evoluindo para se tornar o Prince dessa geração. Porque vários dos singles dele me passam uma impressão de que a piroca dele é enorme.

Rolão grande, grosso, veiúdo, que ele usa bastante. A gente olha pra ele nas músicas e pensa “Porra, esse aí fez sexo pra caralho! Fez na cama, no sofá, do chuveiro, na banheira, dentro do carro. Meteu demais! Deve ter acabado uma caixa de camisinha numa noite só. Os vizinhos devem ter chamado a polícia preocupados com os gritos. As garotas devem sair de cadeira de rodas.”

Ouçam “Done For Me”, que é minha música de cantor favorita da década passada, e digam se não tenho razão:

Ele tem várias boas assim. E que, como eu disse, passam a impressão de que ele é muito comedor, que ele chega na sala e as calcinhas voam. É assim em Mother, com ele falando que é bom que a mãe da menina não saiba o que eles fazem ou ela ficaria chocada. Na acústica We Don’t Talk Anymore e na alternê I Warned Myself ele vende o mesmo “triste com T” que os girlgroups faziam em parceria com o Brave Brothers tempos atrás. Em GirlfriendLight Switch, ele entrega o mesmo arquétipo de cara que eu: o que conquista por ser atrapalhado e engraçado. E a lista segue.

Aí o babaca foi lá e chamou o Jung Kook, do time B do BTS, prum feat. pra surfar em cima do sucesso do grupo e o resultado é isso aqui:

Eu fico impressionado que TUDO o que o BTS bota o dedo, nem que seja numa participação de um integrante menos hypado, acaba soando como música de quem não transa. Left And Right é bocó demais, inofensiva, ilibada quase. Deus me livre!

Ignorem essa porcaria e ouçam os bops do Charlie Puth que eu indiquei. Tenho certeza que, daqui um tempo, ele mesmo fingirá que nunca soltou essa bosta.

Até em trilha sonora de filme do Scooby-Doo ele soa transudo, vai se foder…

6 comentários em “BTS consegue deixar até Charlie Puth broxante

  1. Devo dizer que o que me surpreendeu nesse texto não foi descobrir que uma música com um integrante do BTS deixou a desejar (justiça seja feita, eu gosto bastante de “Dynamite” e nunca fui atrás de outros singles deles, então não posso falar que eles só lançam música ruim), mas sim saber que o Charlie Puth ainda canta. Já faz um bom tempo que vejo mais notícia sobre ele viver aparecendo pelado em fotos e vídeos nas redes sociais do que de músicas (aliás, acho que depois do dueto com a Meghan Trainor eu nunca mais ouvi falar dele lançando música), então eu já tava achando que ele tinha abandonado a carreira de cantor pra viver de OnlyFans ou algo assim.

    Depois dessa publicação exaltando o trabalho (MUSICAL) dele, acho que vou ter que procurar essas músicas mais recentes dele pra escutar. Quer dizer, tirando essa parceria com o rapaz do BTS.

    Curtido por 1 pessoa

  2. É perceptível que a produção não está se esforçando para fazer uma música boa, ou pelo menos um clipe marcante, é literalmente o mais básico do básico, pois pra que se esforçando tanto se os Army vão consumir literalmente tudo que o BTS fizer ou participar!!

    Curtir

  3. Na verdade o Jungkook tá longe de ser time B do BTS, ele é um dos mais hypados. Arrisco dizer que seja o mais querido do público internacional. Infelizmente esse tipo de música pop americana inofensiva e pau mole é super a vibe dele.

    Curtido por 3 pessoas

  4. Acho que você erra ao dizer que a culpa da música ser ruim é culpa do integrante do BTS. A música foi composta pelo Charlie, ele já tinha soltado várias partes dela na internet meses atrás. Então se a música é uma droga, a culpa é dele, não do Jungkook, que apenas cantou os mesmos versos do Charlie, sem alterar praticamente em nada a canção. A música é ruim de todo jeito, independentemente de quem está cantando. Agora acho um erro você despejar o seu desgosto pelo BTS dessa forma, perdi a vontade de continuar acompanhando este blog, fica parecendo as coisas do Régis Tadeu que só fala mal de maneira pejorativa por que sabe que gera visualizações.

    Curtir

Deixe uma resposta para Brave Sound Drop It Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s