Em “Talk That Talk”, Twice replica aquela magia de refrão bonitinho com um toque melancólico de “Feel Special”

Esse foi um ano meio esquisito aqui, então calhou de boa parte da programação do blog ser de raspas no tacho e playlists, sem muitos posts individuais pros bops que mais curti. Como dezembro tá aí já e logo logo começam as listas de melhores do ano, resolvi que, nessa rabeira, recuperarei alguns dos grandes jams que fizeram minha cabeça de janeiro para cá.

Dessa forma, vocês já terão uns “spoilers” do que virá no meu top 100 e não cairão da cadeira quando Talk That Talk, do Twice, aparecer bem lá nas partes finais. Mas antes de falar de “Talk That Talk”, vou quebrar o padrão de posts aqui do blog e trazer uma outra música antes do “continue lendo”, pois ela me ajudará a explicar o motivo de eu ter curtido tanto esse último comeback delas…

Falei no começo do post que esse ano foi meio esquisito pra mim, mas 2019 foi bem mais. É que agora em 2022 eu vivi, mais ou menos, três anos em um. Com as pessoas vacinadas, a minha faculdade voltou a ter aulas presenciais, aí assim como quase todo mundo no planeta eu tive que me readaptar a viver em sociedade “com normalidade”. Além de estresses acadêmicos e profissionais, muita gente entrou e saiu da minha vida em diferentes aspectos. Teve amizades que se mostraram péssimas depois, teve amor não correspondido que virou inimizade. Eu me mudando. Enfim, uma confusão.

Mas todas essas foram coisas, de certa forma, “normais” dentro da vida adulta, ampliadas pela “término” da pandemia (risos com eu escrevendo isso literalmente enquanto estou com COVID), que não arranharam o terror que foi 2019 pra mim. Porque 2019 foi o ano em que eu me afundei na depressão. Huh, não se preocupem, tratamentos funcionam e hoje estou absurdamente melhor. Mas quando rola uma depressão tão forte quanto a que eu tive, a gente costuma olhar para trás e identificar coisas podem nos levar de volta para aquele lugar mental (os “gatilhos” que todo mundo faz piada hoje em dia) e abraçar com carinho as coisas que nos ajudavam a sair daquele lugar mental.

Não sei se todos vocês repararam (só recebi uns quatro ou cinco comentários sobre isso), as o top 100 de 2019 não está no ar aqui no blog. Isso porque um pedaço bem grande dele é formado por esses dois casos: músicas que me lembram o lado ruim da depressão e músicas que me ajudavam nessa época. E onde “Feel Special”, do Twice, entra nisso? Yup, no segundo caso.

Além dos méritos próprios da música como “música” (um garage house colorido bonitão), “Feel Special” saiu num momento onde eu necessitava de algo para transportar minha cabeça para um lugar melhor. Tem algo na soma de sintetizadores com a melodia e com a letra que faz de “Feel Special” em escapismo arrepiante, mas, ao mesmo tempo, também tem algo de melancólico nela (talvez pela letra extremamente passional) que torna tudo ainda melhor, ainda mais para quem estava com trocentos sentimentos aflorados como eu estava à época. Mais ou menos como uma Dancing On My Own, em que expulsamos a tristeza nas pistas de dança.

E o que que “Talk That Talk” tem a ver com isso? É que “Talk That Talk”, embora os contextos sejam COMPLETAMENTE diferentes, me dá a mesma sensação “feliz porém melancólica” de “Feel Special”. O instrumental é extremamente colorido, animado, como se uma bomba de purpurina estivesse explodindo na minha cara, mas algo no jeito como elas cantam, na letra, nas melodias (principalmente do refrão) levam minha cabeça prum lado super sentimental.

Eu sei que isso aqui passa longe de ser um dos grandes destaques da carreira do Twice nos charts, eu sei que, no fundo, é uma música um tiquinho derivativa de ideias que elas já apresentaram melhor antes, mas calha de música (arte, num geral) ser algo que afeta cada um de uma maneira. E “Talk That Talk” é daquelas músicas que, sempre que começam a tocar, me abrem um sorrisão bobo na cara e melhoram o meu dia imediatamente. Talvez por me lembrar uma música ainda melhor que me ajudou num momento difícil? Pode ser!

Btw, aqui entre nós, não contem isso pros novinhos da fanbase: mil vezes o Twice refazendo músicas ótimas já feitas pelo grupo do que as porcarias frias que NMIXX, aespa e derivações têm soltado ultimamente para o “K-Pop dessa geração”. Agora, vamos lá, todo mundo, TELL ME WHAAAAT YOOOOUUU WAAAAANT, TELL ME WHAAAAT YOOOU NEEEED, A TO Z SEI O QUE SEI O QUE LÁAAAA…

Gostosas!

188

Publicidade

4 comentários em “Em “Talk That Talk”, Twice replica aquela magia de refrão bonitinho com um toque melancólico de “Feel Special”

  1. Eu falei muito mal quando teve esse comeback quando saiu, mas a verdade é que hoje é uma das musicas que eu mais ouço junto com basics e gone. Pra ver como é a vida. Sobre o que você disse de feel special, concordo com você no fato que ela é uma musica que te ajuda. Uma vibe “você consegue superar tudo” e isso o twice vem fazendo com maestria. Eu como fã delas, tenho que admitir que elas conseguem trabalhar bem o ponto forte delas.
    Ps.: Melhoras e desejo tudo de bom.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu vou confessar que fiquei com os olhos marejados lendo teu post porque eu sei exatamente como é a sensação. Feel Special fez o mesmo comigo e faz até hoje, de me levar pra um outro lugar e me fazer esquecer as coisas ruins. Na verdade, a música faz isso comigo e é tão genial… Eu imagino como deve ser pros artistas no geral saber que eles conseguem trazer essa sensação para os ouvintes. Algumas do Red Velvet também fazem isso comigo (With You e Hello, Sunset) e recentemente me pego ouvindo Attention do NewJeans quando me sento “down”.
    Sobre Talk That Talk, concordo com tudo. Não reinventa a roda, mas é uma delícia de ouvir, o MV tá lindo, as meninas estão deslumbrantes, a coreografia é divertida e no fim do dia o saldo é bem positivo.
    Aproveita o fim de ano e tira uns dias pra descansar, às vezes a gente é obrigado a vestir a capa de herói e dar conta de tudo, mas também precisamos descansar, desacelerar e nos colocar em primeiro lugar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s