Quando a HeeJin entrou na toca do coelho em “ViViD” | Desbravando o Loonaverso #01

Quase seis anos atrás, a BlockBerryCreative, uma subsidiária da gravadora Polaris, decidiu colocar em prática uma ideia interessante, ousada e financeiramente perigosa. Eles iriam debutar um grupo feminino de 12 integrantes chamado Loona (que, em coreano, significa “garota do mês”). Contudo, como parte das suas promoções de pré-release, em vez de só soltarem imagens com essas meninas, vídeos introdutórios e coisas do tipo, que são habituais dentro do cenário, a produtora decidiu ir além.

Cada uma das loonas honraria o nome e conceito inicial do girlgroup e seria revelada mensalmente. Junto de suas aparições ao público, elas teriam seus próprio debut singles solos, de modo que, passados 12 meses, elas enfim debutariam juntas, mas já reconhecidas como solistas. Claro, muita coisa rolou nesse meio tempo e o provável plano inicial se modificou com o passar do tempo, mas chegarei nisso em algum momento.

O lance é que, entre 2016 e o debut em 2018, o Loona deu muito pano para manga, inclusive no blog que eu tinha antes desse aqui. Calha desse ser um dos projetos mais interessantes DA HISTÓRIA do K-Pop, além de seu um dos responsáveis pela nova cara que as “narrativas” de grupos precisaram abraçar nessa geração seguinte.

E como relembrar trecos é uma das coisas mais divertidas de se ter um blog, resolvi voltar ao ~loonaverso~ nessa nova série (limitada, por motivos óbvios) de posts, que cobrirá todos os lançamentos delas enquanto eram a futura merda mais quente do K-Pop (de acordo com a blogosfera fundo de quintal) em ordem cronológica. E tudo isso começou em outubro de 2016, com ViViD, da HeeJin

Continuar lendo “Quando a HeeJin entrou na toca do coelho em “ViViD” | Desbravando o Loonaverso #01″

Raspa no tacho (30/04): Ayumi Hamasaki, Utada Hikaru, Wednesday Campanella e outros jotapopes pra vocês!

De tempos em tempos, uma porção de trecos saem e, por algum motivo, como falta de relevância para encher um post inteiro, ou falta de tempo deste que vos escreve, acabam não dando às caras aqui quando deveriam. Juntem isso tudo num lugar só e, plim, temos a raspa no tacho.

Continuar lendo “Raspa no tacho (30/04): Ayumi Hamasaki, Utada Hikaru, Wednesday Campanella e outros jotapopes pra vocês!”

Raspa no tacho (28/04): Miyeon (do (G)I-DLE), Seventeen, NU’EST e mais

De tempos em tempos, uma porção de trecos saem e, por algum motivo, como falta de relevância para encher um post inteiro, ou falta de tempo deste que vos escreve, acabam não dando às caras aqui quando deveriam. Juntem isso tudo num lugar só e, plim, temos a raspa no tacho.

Continuar lendo “Raspa no tacho (28/04): Miyeon (do (G)I-DLE), Seventeen, NU’EST e mais”

Queendom: comentários sobre Viviz cantando WJSN, Kep1er cantando Brave Girls e Hyolyn cantando Loona

Saiu hoje o quarto episódio da segunda temporada do Queendom, que traz a segunda parte da segunda rodada do programa, onde as participantes refazem aos seus modos músicas das concorrentes.

Os comentários da primeira parte estão aqui. Agora, vamos aos da segunda…

Continuar lendo “Queendom: comentários sobre Viviz cantando WJSN, Kep1er cantando Brave Girls e Hyolyn cantando Loona”

29 músicas para comemorar 29 anos!

Duas datas para eu comemorar: dias atrás, o wordpress avisou que o blog completou 3 anos de existência, e hoje, dia 18, faço 29 aninhos – idade em que o Bruno se aposentou da vida de blogueiro de asian pop. Será que é agora?

Não sou tanto de celebrar ou fazer muito alarde sobre aniversários, mas os dois últimos anos com a pandemia foram bem difíceis, enquanto 2019 foi ainda pior por outros motivos, então é a primeira vez em muito tempo onde as coisas estão realmente legais e comemoráveis por aqui.

Posto isso, resolvi fazer um postzão indicando VINTE E NOVE (talvez eu devesse ter esperado até o ano que vem, aí ficaria um número redondo) faixas nota 10 de 10, excepcionais, maravilhosas, divertidas, que de alguma forma fazem parte de um panteão de grandes músicas da minha vida e meio que ilustram a minha personalidade como ouvinte nessas quase (ênfase nesse quase) três décadas de vida.

Tentei elencar elas de acordo com períodos da minha vida que tenho memória. Muita coisa, claro, não é do asian pop, mas abramos uma exceção dessa vez. Se gostarem de alguma, ou caso queiram compartilhar suas próprias músicas que marcaram seus próprios períodos da vida, deixem nos comentários.

Continuar lendo “29 músicas para comemorar 29 anos!”