Guarnições #03: a sexta-feira 13 da Jolin, a luz da lua do AFTERSCHOOL e mais

Meio chocado que vocês realmente gostaram dessa pataquada, estão dando views e ainda pedindo o retorno de outras colunas (aquele post comparando a “Fancy” do Twice com a da Iggy Azalea foi aleatoriamente muito visitado essa semana, wtf).

“Guarnições” é um termo almofadinha da gastronomia para os famigerados e adoráveis acompanhamentos dos pratos: não são o principal do consumo, não é por eles que o dinheiro é colocado, mas caso bem montados, acabam fazendo toda a diferença na degustação final. No mundo do asian pop, isso se reflete nas album tracks e b-sides de lançamentos.

Nessa coluna, a proposta é, sem muito critério além de “eu gostar”, panfletar algumas dessas faixas que não foram trabalhadas como single ou title, mas que seguem valendo a audição conforme os anos foram passando. Essa semana tem de tudo: MandoPop, grupo de K-Pop lançando treco no J-Pop, J-Pop sendo J-Pop e K-Pop sendo K-Pop.

Continuar lendo “Guarnições #03: a sexta-feira 13 da Jolin, a luz da lua do AFTERSCHOOL e mais”

Em “ALGTR”, Lexie Liu quer rebootar o futuro, pois o planeta Terra é um macho escroto que está prendendo todos em monitores (ou algo assim)

Olha, eu não tinha a menor ideia de quem era essa tal de Lexie Liu, até que o YouTube fez valer a grana em publicidade que a gravadora dela deve ter investido, jogando ALGTR nos meus recomendados diariamente há umas boas duas semanas. E que bom que eu dei play, porque, uou, what a jaaaaaammmm

Continuar lendo “Em “ALGTR”, Lexie Liu quer rebootar o futuro, pois o planeta Terra é um macho escroto que está prendendo todos em monitores (ou algo assim)”

As esquecidas no churrasco do listão das melhores de 2020

2020 acabou tem uma semana já, mas antes de tocarmos em frente com as pautas desse blog, achei melhor fazer um compilado com 10 faixas que bem que poderiam ter entrado no top 100, mas acabaram de fora por motivos variados. Sem muita enrolação, vamos lá:

Continuar lendo “As esquecidas no churrasco do listão das melhores de 2020”

Time Machine: t.A.T.u e “All the Things She Said”, quando a Rússia soltou a fanfic de um grupo idol lésbico para o mundo (2002)

Com o icônico debut do duo Irene & Seulgi dias atrás, lembrei de um outro caso de grupo idol criado tendo como base a ideia de as duas integrantes viverem um romance que, como não pode acontecer de verdade, é “revelado” nas entrelinhas através de seus releases. No caso, o t.A.T.u, cujo maior sucesso no mundo (e aqui no Brasil, falo mais disso já já) foi All the Things She Said

Continuar lendo “Time Machine: t.A.T.u e “All the Things She Said”, quando a Rússia soltou a fanfic de um grupo idol lésbico para o mundo (2002)”