GFRIEND quer que você dê uma mordida na maçã delas na lindíssima “Apple”, melhor faixa do grupo em anos

Uma piada interna aqui do blog, que provavelmente só eu ri, pois devo ter sido o único a perceber isso, é que o GFRIEND, mesmo sendo um grupo de alto escalão e que certamente atrairia uma porção de views pra cá em época de comeback, não ganhou nenhum post solo em 2020, só batendo pontos nas raspas do tacho que monto quando estou sem tempo pra me dedicar.

Bom, aproveitando o gancho de resgatar alguns lançamentos importantes dos últimos tempos antes do topzão, é hora de, finalmente, comentar o que considero a melhor canção do grupo nesse ano: Apple

Continuar lendo “GFRIEND quer que você dê uma mordida na maçã delas na lindíssima “Apple”, melhor faixa do grupo em anos”

TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2016 [40-26]

E agora, nos aproximamos do final desse listão. Com só 40 músicas restantes, esse ranking enfim começa a se levar a sério (pffff) e elencar as posições, de fato, com o quão uma é melhor que a outra e blá blá blá vocês já sabem disso.

Sem mais delongas, hora de matar algumas fan favourites, incluindo o K-Pop of the year do falecido Asian Mixtape a SOTY do finado Why, Dougie. Da trinca de blogs-velha-guarda rivais do Esquadrão Lunático que já passaram dessa pruma melhor, quem fica de fora é o Asia On Fire, mas aí a culpa é do Sowon Xiita que escolheu essa palhaçada aqui como a melhor música de 2016. Porra, Sowon… :V

Continuar lendo “TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2016 [40-26]”

7 bops de outras vezes que um bando de mulheres se uniu no pop

E aí que a Lee Hyori, a Uhm Jung Hwa, a Hwasa e a Jessi resolveram se juntar para formar uma nova unit, as Refund Sisters. A história está melhor contada lá no Dougie, mas parece que tudo surgiu durante um segmento do “How Do You Play”, com a Hyori, ao ser questionada sobre como seria seu girlgroup perfeito, citando as três. O público gerou burburinho e a ideia foi tocada pra frente, com o quarteto sendo produzido pelo Yoo Jae Suk (também do SSAK3) e, eventualmente, ganhando um debut após a confirmação oficial semana passada.

Não sei se acredito de verdade nessa história não. Provavelmente, já havia essa intenção nos bastidores quando a Lee Hyori nomeou as três, mas quem sou eu para estragar a magia?

De qualquer forma, é sempre muito legal ver várias cantoras se juntando para trabalharem juntas em músicas. Enquanto é bem comum que vocalistas masculinos e rappers chamem “os parça” para features cheios de convidados, colaborações com mais que duas minas dentro da indústria pop são… raras. Inclusive entre artistas que vendem o feminismo como parte de sua persona.

Dito isso, e como um esquenta para a estreia do Refund Sisters, resolvi relembrar aqui 7 bops lançados quando um bando de mulheres se uniu no pop (asiático e ocidental). Give Me All Your Luvin’, da Madonna, ficou de fora, pois a Nicki e a M.I.A. quase não têm linhas nela. E Don’t Call Me Angel foi ignorada, pois fico meio constrangido com a participação da Lana Del Rey nesse videoclipe.

Continuar lendo “7 bops de outras vezes que um bando de mulheres se uniu no pop”

PLAYLIST | Asian Pop 2020: Update de julho

E vamos de atualização da playlist aqui do blog. Dessa vez, um tiquinho mais curta: só 20 adições. Entretanto, todas valem muito a pena, com ao menos umas três certamente rankeando bem alto no eventual top 100 de melhores do ano. Vamos lá…

Continuar lendo “PLAYLIST | Asian Pop 2020: Update de julho”