Time Machine: em “Gentlewomen”, Jolin Tsai serviu representatividade e esquisitice sonora (2014)

Como sempre acontece, ao menos, umas três ou quatro vezes por ano, voltei a ouvir o “Play”, álbum de 2014 da Jolin Tsai, com uma frequência bem alta aqui em casa. Clássicos atemporais do pop são assim, sempre retornando à memória.

Nisso, me peguei repetindo Gentlewomen mais do que as outras. Em tempos de pride month para alguns de vocês, isso é bem oportuno…

Continuar lendo “Time Machine: em “Gentlewomen”, Jolin Tsai serviu representatividade e esquisitice sonora (2014)”