PLAYLIST (Julho + Agosto’21) 🍜

Oi. Vamos lá…
Continuar lendo “PLAYLIST (Julho + Agosto’21) 🍜”

Queendom: Red Velvet está de volta com sua própria “4 Walls”

Depois do pico de sucesso atingido com Psycho e do acidente da Wendy, Red Velvet ficou um tempão fora de área. Ao menos como um grupo completo, porque do final do ano retrasado para cá, rolaram atividades variadas entre elas, com uma unit sapatônica entre Seulgi e Irene, debut solo com a já mencionada Wendy mostrando ser a possível Taeyeon do grupo, Joy sendo uma hipster avulsa rememorando sucessos de antigamente e Yeri com um programa de entrevistas que eu nunca assisti, mas me falaram que não é tão tenebroso.

Aí descobriram que a Irene espancava um estilista toda sexta-feira no estacionamento da SM, o aespa aleatoriamente hitou com a tenebrosa Next Level e as esperanças de um comeback das novas irmãs do meio (pois o SNSD está vivo, hahaha) eram tão fortes quanto o de um debut solo da Sunny. Eu mesmo jurava que o Red Velvet teria o mesmo destino do F(x), com a gravadora aos poucos fingindo que o grupo não existia mais até ele morrer de vez. Mas eu estava errado. Ou não. Digo, Queendom é, basicamente, um “4 Walls”, então será que é só questão de tempo?

Continuar lendo “Queendom: Red Velvet está de volta com sua própria “4 Walls””

Uma album track de cada álbum do Red Velvet

Segunda-feira (16) tem comeback Red Velvet. Como esquenta, vamos relembrar algumas das melhores faixas do grupo, mas que não foram lançadas como title em suas respectivas eras. Como as cinco variantes delta de satã têm um repertório bem extenso e acima do padrão dentro do K-Pop, vou limitar essa lista a apenas uma de cada álbum delas. Talvez não sejam as maiores deles, mas certamente são canções que exemplificam o quão interessante elas podem ser quando bem produzidas.

Vamos lá, em ordem cronológica…

Continuar lendo “Uma album track de cada álbum do Red Velvet”

TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2015 [10-01]

E enfim chegamos ao fim do quinto top throwback do Miojo Pop, listando quais foram os 100 melhores lançamentos do asian pop durante o cataclísmico ano de 2015 (AINDA um oferecimento COVID-19). Muitas foram as ótimas músicas que passaram por aqui nos últimos dias, mas só 10 conseguiram atingir o ápice em tal ranking.

Sem mais enrolações, qual bop se juntará à epítome do citypop de Soul Lady, da Yukika, ao glorioso pancadão da Anda, What you Waiting For, ao baladão ultraemotivo da BoA, Fly, ao sex anthem Eclipse, da Kim Lip, ao rockzão poético She Hates Me, da Anna Tsuchiya, e ao pop heaven de Aladdin, do Wednesday Campanella, no panteão de bests of aqui do blog? Confiram…

Continuar lendo “TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2015 [10-01]”

TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2015 [25-11]

Penúltima parte desse ranking. O que quer dizer que, hoje, rola aquele clichê de listas de melhores do ano da blogosfera fundo de quintal, onde são várias e várias as gemas intocáveis, lacradoras, fadas de cristal, donas de nossos furicos, destruidoras de nações inteiras e salvadoras do pop, mas que, por pura subjetividade desse belo rapaz que vos escreve, acabaram ficando fora das 10 mais de 2015 de acordo com esse blágh.

Uma porção de fan favorites rodam abaixo. Será que a sua SOTY aparece aqui? É clicar e conferir…

Continuar lendo “TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2015 [25-11]”