PLAYLIST: julho e agosto de 2022

Esses últimos dois meses foram bem agitados por aqui. Minha faculdade entrou num vórtice maluco onde os professores, talvez por esse ser o primeiro período presencial desde todo o ocorrido com a COVID-19, tacaram uma porrada de avaliações ao mesmo. Em paralelo, me mudei! Saí do município afastado em que eu morava e levava mais de duas horas diariamente para chegar à faculdade para viver numa (não riam) “república para rapazes” que fica pertinho da faculdade.

Divido a casa com dois marombas hilários que aleatoriamente começaram a se comportar como se fossem meus irmãos mais velhos (um deles literalmente me deu esporro anteontem porque eu estava acordado até tarde e tinha aula cedo no outro dia, fiquei abismado), um moleque que morava no mato e é bem baruhento quando está acompanhado (entendam como quiserem), um gringo que quase nunca aparece (um dos marombas acha que ele é um fantasma) e um outro bem mais velho que é chatão, mas todo mundo acha ele chatão então tanto faz.

Tá legal, embora, enquanto eu escrevo esse post, tenha acabado a água e já esteja mais de 30º no Rio de Janeiro. Vai ser um longo e odoroso dia.

Enfim, asian pop, né? Hehe. Por esse tanto de coisa que rolou em off, calhou de eu não ter conseguido atualizar devidamente esse blog ao longo das últimas semanas. E calhou também de, justamente, nesse meio tempo, praticamente todos os acts principais da atualidade terem feito comeback (ou debutado, caso do NewJeans). Devo ter deixado de ganhar milhares de views, risos.

Mas antes tarde do que mais tarde, é hora de atualizar a playlist aqui do blog e, enfim, dar meus pitacos sobre o que de melhor rolou . O que não entrou foi por eu não ter curtido. Blinks e sones, não me xinguem nos comentários. Ah, como já tem bastante tempo, vale ressaltar que a ordem da playlist é mais de acordo com o “mood” das músicas juntas e não da minha preferência – embora a primeira nela, de fato, seja a que mais curti e a que tem chances reais de pegar uma vaga no pódio desse ano…

Continuar lendo “PLAYLIST: julho e agosto de 2022”

Raspa no tacho (12/09): HyunA e Dawn, Loona, Stayc, Stray Kids e mais

Nos últimos dias, rolaram muitos lançamentos relevantes e que renderiam posts separados, que provavelmente angariariam vários views aqui pro blog e coisas do tipo. Mas cadê tempo?

Continuar lendo “Raspa no tacho (12/09): HyunA e Dawn, Loona, Stayc, Stray Kids e mais”

Raspa no tacho (24/06): Twice, BTS, Weki Meki, Seventeen, WayV e mais

Aquele amontoado de trecos (dessa vez tem uma porrada, hein) que saíram recentemente, mas que não reúnem material o suficiente para sustentar posts solos. A melhor música é a última da lista.

Continuar lendo “Raspa no tacho (24/06): Twice, BTS, Weki Meki, Seventeen, WayV e mais”

PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de junho

Junho já está para morrer, o que significa que é hora de atualizar a playlist aqui do blog com os melhores bagulhos do asian pop nesse ano de 2019. Saiu muita coisa legal nas últimas semanas, tanto no K-Pop, quanto no J-Pop. No entanto, vários bops do lado japa da equação, como singles novos do Momusu, MAX e Angerme acabaram não entrando no Spotify, logo, não baterão ponto aqui. Chato, mas normal pros padrões nipônicos. Não é a toa que o K-Pop se tornou essa febre mundial e eles não.

Enfim, sem mais delongas, confiram a lista abaixo, seguida dos meus breves comentários faixa a faixa…

Continuar lendo “PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de junho”

Com “Side Effects”, Stray Kids finalmente faz valer o hype colocado em cima do grupo

Olha, eu genuinamente nunca entendi o hype colocado por vocês da minha bolha em cima do Stray Kids. Mas, ó, dessa vez vou dar o braço a torcer e admitir que essa Side Effects está realmente ótima…

Continuar lendo “Com “Side Effects”, Stray Kids finalmente faz valer o hype colocado em cima do grupo”