Chung Ha entrega tudo o que uma solista precisa em “Gotta Go” (+ “Hocus Pocus”, do BVNDIT)

No caso, a soma de boa música com boa interpretação vocal, clipe, coreografia e atitude.

Das solistas recentes em atividade no K-Pop, a Chung Ha é fácil uma das mais promissoras. A opção da MNH Entertainment em já trabalha-la sem outras trainees desconhecidas após o término do I.O.I se mostrou bem efetiva a longo prazo, visto que, das 11 integrantes vencedoras do Produce 101, ela foi a única a realmente deslanchar.

Seu repertório de 2017 para cá tem apostado em canções que exploram bem os atributos que uma solista de força dentro do K-Pop precisa demonstrar. Todas são propícias a performances caprichadas de canto e dança, exalando aquela atitude feminina que dita o que é legal entre garotas geração a geração. E digo isso mesmo não curtindo tanto o resultado em “Why Don’t You Know?” (muitos gritos) e “Love U”.

Tendo isso em mente, “Gotta Go” é a melhor em todas. Melhor ainda que a ótima “Roller Coaster”, hit do início do ano passado. O Black Eyed Pilseung dar uma segurada nos ícones sonoros (geralmente, ele faz o contrário) fez com que cada um dos elementos fortes ao longo da backtrack pudessem ser aproveitados corretamente. Toda ela soa uma versão dance de algum cântico folclórico cigano, com a Chung Ha carregando o vocal num registro mais grave que casou bem demais com a proposta. Adoro o refrão com os sintetizadores “étnicos” estranhos pra caramba enquanto ela injeta uma quase passionalidade cantando. Isso tudo junto com o MV lindíssimo e a coreografia envolvente? Bom demais, do início ao fim.


Tão bom que a gravadora resolveu reciclar a ideia dias atrás no debut desse grupo novo acima, BVNDIT. E, ó, funcionou novamente. Sendo bem honesto, embora sejam outros os compositores e produtores creditados, “Hocus Pocus” me soa como um reaproveitamento da demo que originou “Gotta Go”. Dessa vez, com um direcionamento menos sensual e mais vibrante.

Por mim, também é bem vindo. Mas não dá para competir com a Chung Ha, novatas que provavelmente deveriam ter debutado há dois anos, mas ficaram na geladeira enquanto a colega que foi pro reality fazia sucesso sozinha.

Um comentário em “Chung Ha entrega tudo o que uma solista precisa em “Gotta Go” (+ “Hocus Pocus”, do BVNDIT)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s