Raspa no tacho (12/09): HyunA e Dawn, Loona, Stayc, Stray Kids e mais

Nos últimos dias, rolaram muitos lançamentos relevantes e que renderiam posts separados, que provavelmente angariariam vários views aqui pro blog e coisas do tipo. Mas cadê tempo?

Continuar lendo “Raspa no tacho (12/09): HyunA e Dawn, Loona, Stayc, Stray Kids e mais”

PLAYLIST (Junho’21) 🍜

Acabou junho e eu percebi que esqueci de comprar os quitutes de festa junina. Não comi pé de moleque, pé de moça, milho cozido, paçoca. Mas tomei canjica semana passada e tem pipoca de micro-ondas aqui. Vocês sabiam que aquela pipoca doce de embalagem rosa é feita com canjica explodida em canhões?

Enfim, vamos às melhores do, até então, melhor mês desse ano em lançamentos asiáticos (não é a toa a quantidade altíssima de bops que entraram na lista de melhores de meio ano). E vamos rapidinho que tá frio pra caralho e só quero me enrolar enquanto assisto Como Eu Conheci a Sua Mãe no Prime Video….

Continuar lendo “PLAYLIST (Junho’21) 🍜”

5 músicas piores que “PTT (Paint The Town)” para fingir que esse comeback do Loona não foi tão ruim

Loona tá de volta com PTT (Paint The Town) e eu jamais pensarei num título melhor para esse post do que esse do AYO GG:

Imagem

HUAHUAHUAHUAHUA

Então eu nem vou me dar muito ao trabalho de explicar o quão isso aqui tá meio bosta, que a ideia toda de se jogarem no batidão indiano vai pelo ralo quando chega o refrão péssimo e que o Loona, hoje em dia, é muito mais decepcionante que empolgante.

Tenho a impressão de que a staff do grupo colocou na cabeça que a venda de álbuns delas aumentou por elas terem virado o novo Everglow em vez de ser só desespero dos fãs para que elas não disbandassem, aí a fórmula é repetida ad infinitum e sucesso SUCESSO mesmo (sabe, música nos charts coreanos, o público geral ouvindo, coisas factíveis assim) nunca chega.

Meh

Então, serei positivo nesse post. Em vez de arrastar elas para a lama com gosto, decidi que vou listar outras 5 músicas PIORES que saíram recentemente. Assim, os fãs podem usar isso como argumento quando fingirem em público que gostaram dessa porcaria, naquilo de “aah, não tá tão ruim, poderia ser tipo isso aqui ó” aí citam as faixas abaixo.

Vamos lá!

Continuar lendo “5 músicas piores que “PTT (Paint The Town)” para fingir que esse comeback do Loona não foi tão ruim”

As músicas mais pau mole de 2020 no K-Pop/J-Pop

Fim de ano em blogzinhos da blogosfera fundo de quintal é época de intermináveis listas compilando os mais sei o que lá de tal período de 12 meses. Vários colegas já começaram seus listões com o que de melhor rolou, eu mesmo pretendo começar o meu logo depois do natal, mas como um “esquenta”, quis trazer antes uma coletânea com o que de pior eu ouvi dentro do asian pop ao longo de 2020. Dessa vez, copiando na cara dura o icônico título que o Dougie deu pra esse mesmo post dele em 2019 (leiam aqui).

Se lista de “melhores trecos” já são bastante subjetivas, as de “piores troços” então são de arrancar cabelos alheios, o que torna tudo ainda mais divertido. Abaixo, entraram as faixas de K-Pop e J-Pop que ouvi e minhas opiniões variaram entre “huh, esse act lançando isso aqui?” ou “nossa, que vontade de arrancar meus tímpanos.” O que quer dizer que algumas delas nem são ruins ruins, só, ahn, fracas por x motivos ao serem executadas por y artistas, sendo um pecado por existirem da forma que existiram. As outras são só um cocô sonoro mesmo. Aah, e atenção pro “que ouvi” em vermelho ali atrás, pois não faz o menor sentido querer falar mal de bagulhos feitos por gente que sequer me importo com a existência (basicamente, 80% da corja de boygroups da atualidade).

Pormenores introdutórios introduzidos, vamos falar mal do BTS pra já atrair a atenção da garotada e bombar de views

Continuar lendo “As músicas mais pau mole de 2020 no K-Pop/J-Pop”

Time Machine: quando o Loona fez nossa ceia de Natal por dois anos seguidos em “The Carol” e “Heart Attack” (2016 e 2017)

22 de dezembro, pouquíssimos dias para o Natal. Já pendurei os pisca-piscas, uma guirlanda horrorosa na porta da frente, comprei o panetone, as uvas passas e encomendei um pavê pra tia aqui do bairro que tem paciência para fazer esses doces mais trabalhosos. Ooh, como adoro esse climinha de final do ano, com a neve lá fora e… Ah, pera, não, estamos no Brasil, não tem neve não.

Pesares de lado, uma das coisas que mais curto nesse feriado, além do passe livre para ganhar presentes ou me presentear com trecos caros que não teria coragem de comprar em outras épocas, são as músicas natalinas. Mariah, Simone, eu genuinamente adoro esse tipo de número. E dentro do K-Pop, recentemente, um act nos proporcionou não só uma, mas DUAS faixas natalinas realmente ótimas, que funcionam por motivos bem diferentes entre si. Yup, estou falando do Loona. Yup, finalmente esse blogueiro, vestindo apenas uma touquinha de Papai Noel, dará os louros merecidos à The Carol

Continuar lendo “Time Machine: quando o Loona fez nossa ceia de Natal por dois anos seguidos em “The Carol” e “Heart Attack” (2016 e 2017)”