Raspa no tacho (31/10): chatice da Somi, AKB48, Morning Musume, NCT 127 e mais

Na real, rolou bastante coisa bem comentável nos últimos dias, mas eu fiquei TÃO OCUPADO essa semana terminando TRÊS TRABALHOS da faculdade ao mesmo tempo que jamais rolaria tempo pra ir soltando posts em dia. E eu ainda tenho mais outras TRÊS AVALIAÇÕES pra entregar até o final da semana que vem, então bora aproveitar essas horas livres entre obrigações pra matar logo tudo que fiquei devendo de uma vez.

Continuar lendo “Raspa no tacho (31/10): chatice da Somi, AKB48, Morning Musume, NCT 127 e mais”

PLAYLIST (Julho + Agosto’21) 🍜

Oi. Vamos lá…
Continuar lendo “PLAYLIST (Julho + Agosto’21) 🍜”

Dumb Dumb: Somi está de volta com mais outra migalha anual pra vocês fingirem que a YG realmente se importa com a carreira dela

Todo ano eu devo repetir essa mesma introdução, já que o Miojo já estava no ar quando ela debutou solo, mas vamos lá novamente: Somi é um desses casos de “vai-não-vai” do pop coreano. Ela chamou certa atenção como novinha injustiçada ao perder “Sixteen”, reality show que deu origem ao Twice (hoje, um dos maiores girlgroups do K-Pop em atividade), o que lhe ajudou a encabeçar a lista de vencedoras da primeira temporada do “Produce 101” e ser a center do I.O.I, o primeiro (e mais icônico, em minha opinião) dos muitos grupos temporários que virariam moda dali em diante.

E como era temporário, ele logo acabou. Aí, na teoria, ela deveria “re-debutar” na JYP Entertainment com outras gatinhas trainees da gravadora já mais ou menos conhecidas na época. Mas calhou do velho achar que a Somi estava famosa demais (ou algo assim, nunca achei fonte disso) e que poderia eclipsar as demais pirralhas do line up. Então Somi saiu da JYP e pulou para a… YG. Ou melhor, pra BLACKLABEL, subsidiária ainda menos empenhada em fazer seus artistas acontecerem que a chefia big3. Por que? Sei lá. Nessa altura do campeonato, o planeta inteiro já sabia da fama ali.

Então a Somi debutou solo com Birthday. Foi um sucesso, vendeu bem, um monte de gente falou sobre. Mas levou mais de um ano inteiro pra fazer seu primeiro comeback com What You Waiting For, que nem top 50 na Gaon foi. Afinal, pra que mesmo que o público geral iria se dar ao trabalho de acompanhar uma artista de frequência anual?

Corta para mais de um ano inteiro passado, novamente, e aqui está o segundo comeback da Somi, Dumb Dumb:

Continuar lendo “Dumb Dumb: Somi está de volta com mais outra migalha anual pra vocês fingirem que a YG realmente se importa com a carreira dela”

TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2020 [100-86]

2020 foi um ano péssimo em muitos sentidos. Por conta de uma pandemia mundial, nossas vidas, do jeito que eram antes, foram interrompidas, forçando uma mudança de paradigma na sociedade que tornou tudo bem… difícil de lidar. Mas como em outros tempos bizarros na história da humanidade, a arte em suas muitas formas serviu como uma válvula de escape, levando nossas mentes para lugares melhores. E no que diz respeito ao nicho desse jovial blogzinho (K-Pop, J-Pop, etc.), várias foram as contribuições vindas lá do outro lado do globo ao nosso entretenimento.

No lado japonês da força, mais gravadoras e artistas decidiram disponibilizar seus trabalhos ao público internacional, o que se refletiu em determinadas discografias chegando para serviços de streaming, videoclipes saindo inteiros em canais oficiais do YouTube e por aí vai. Já do lado coreano, a febre aumentou ainda mais, com acts como BTS e BLACKPINK furando a bolha e penetrando de vez no mercado fonográfico estadunidense. Bom para todos.

E no nosso pequeno mundinho de blogueiros fundo de quintal, novos colegas surgiram e/ou se firmaram de vez (pelo amor de deus o Palpites Alheios postando, praticamente, todos os dias, é disposição demais), alimentando a cena como se estivéssemos de volta à 2017. Por mim, que ótimo! Pra quem sabe como se desenvolvem as coisas todo final de dezembro nessa patota, é chegada a hora de todo mundo disponibilizar suas gigantesca listas de melhores do ano. O legal é que cada um tem seu próprio gosto e isso se reflete muito bem em tais rankings. E 2020 foi um bom ano para eventuais listas, pois muita coisa em muita quantidade saiu. Por exemplo, nenhuma música do top 10 da SRSLY, K-POP? sequer entrará no meu top 100, mas a maioria das músicas nele bem que poderia ter aparecido, pois parelham de ótimas para cima.

Mas enfim, vamos à minha lista. Se nada der errado, ela sairá em 7 partes, começando por hoje e terminando no dia 31.

MARAVILHOSAS REGRAS

O top é meu, baseado única e exclusivamente em minha opinião, minha subjetividade. Então, coisas como charts, vendas, popularidade e relevância pra o meio em nada influenciam isso;

Um mesmo act pode aparecer um monte de vezes, ainda que isso signifique cortar outro que teve só um singlezinho legal no ano. Representatividade numérica não conta tanto para mim;

Meu maior critério de escolha, na real, é o quanto as faixas duram em minhas playlists diárias. Quanto mais ouço, mais alto ela aparece. Nem tudo que é bom eu gosto e nem tudo que eu gosto é bom. Mesmo que eu considere uma música “melhor” que outra em questões técnicas (exemplo aqui, orbits), se eu ouvi pouco conforme os meses passaram, tchau;

Algumas músicas lançadas no finalzinho do ano passado, mais ou menos na época em que postava o respectivo ranking de 2019, foram consideradas para esse listão;

Vocês têm todo o direito de discordar das minhas opiniões e até sugerir outras melhores para as posições ocupadas, mas saibam que estarão errados, pois meu gosto musical é perfeito. Bjokas.

Sem mais delongas, vamos às 15 faixas do primeiro corte, que conta com 1 mandopop, 5 jotapopes e todo o resto de capopes. Here we go again

Continuar lendo “TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2020 [100-86]”

PLAYLIST | Asian Pop 2020: Update de julho

E vamos de atualização da playlist aqui do blog. Dessa vez, um tiquinho mais curta: só 20 adições. Entretanto, todas valem muito a pena, com ao menos umas três certamente rankeando bem alto no eventual top 100 de melhores do ano. Vamos lá…

Continuar lendo “PLAYLIST | Asian Pop 2020: Update de julho”