BoA, Park Bom e Dara poupam esse blogueiro de inconveniências lançando bobagens sazonais natalinas

Dezembro costuma ser um inferno para aqueles que fazem sites, blogs, canais de YouTube, podcasts e variações disso. É que essa é a famigerada época onde todos precisamos reunir um esforço intelectual demasiadamente trabalhoso para listar o que de melhor saiu nos 11 meses anteriores de tal ano. E enquanto alguns acts no mundinho asian pop que delimita este blogzinho fundo de quintal parecem investir contra a paciência do tio Lunei aqui, tipo CL inventando um projeto semanal na marca do gol ou Red Velvet anunciando a parte final de seu álbum/saga de EPs para DOIS DIAS ANTES DO NATAL…

WTF

…outras velhas de guerra até que facilitam meu trabalho, “presenteando os fãs” com baladinhas sazonais soníferas de cunho natalino que jamais teriam força para brigar por posição alguma num ranking best of de 2019: caso da BoA e da dupla sertaneja Park Bom e Dara.

Continuar lendo “BoA, Park Bom e Dara poupam esse blogueiro de inconveniências lançando bobagens sazonais natalinas”

PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de outubro

Acabou outubro. E 2019 tá quase indo também, huh. Muita coisa rolou em termos musicas na Ásia nas últimas semanas. O que quer dizer que perdi bem umas 10 ou 15 oportunidades ótimas de pauta por conta da falta de tempo para me dedicar a isso aqui. Fuen, bostas da vida adulta e das decisões malucas tomadas nela. Então, esse post de playlist servirá não só para compilar o que de melhor saiu no mês passado, como dar meus pitacos a respeito de medalhões do nicho como o comeback do Brown Eyed Girls, Taeyeon, BABYMETAL e o Queendom num geral.

Logo, não prenderei vocês em mais introduções longas. Cliquem aí no “continuar lendo” para acessar a playlist no Spotify e os comentários faixa a faixa da vez…

Continuar lendo “PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de outubro”

PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de setembro

Olá, meia dúzia de leitores que devem ter sobrado após essa ausência massiva de posts. Como vão? Bebendo bastante água? Espero que sim. Minha vizinha, Scheylla, disse que uma conhecida dela tem uma prima, Adryanna, cuja mãe, Leila, apelidada carinhosamente de Leiloca, por quase não beber água, teve pedra nos rins. Deve doer. Pobre Leiloca. Como será que uma pedra sai dos rins de alguém? Procurem aí no YouTube e me contem mais tarde.

Enfim, setembro se foi. E com ele, acho que o verão coreano/japonês também, certo? O que me faz pensar se Hyolyn está viva. Ela não tinha dito algo sobre ser a rainha dos verões e prometido vir com comebacks anuais nesse estilo? O fim do verão também me fez pensar no quão morno anda esse ~começo de final de ano~ no cenário musiqueiro asiático. 2019 começou com paulada atrás de paulada, com diferentes acts parindo hinos mês a mês. Não sei se por essa comparação com o primeiro semestre mais movimentado, mas é como se, agora no segundo, o povo lá do outro lado do planeta estivesse perdendo o gás (e o bom gosto, pois pelo amor de Deus aquele cocô recente do KARD), com pouquíssimas coisas novas batendo ponto em minhas playlists diárias adquiridas ilegalmente em sites de confiança como JPOPSINGLES e KN2BLOG.

Para esse update mensal, mais 23 tracks entram lá na playlist do Spotify, comigo nem tendo dificuldade para selecionar as mais mais dos últimos 30 dias, precisando inclusive adicionar trecos de outros meses (e anos, caso do remix da Lizzo e das versões do povo do Queendom) para fechar um número aceitável. Vai entender.

Sem mais delongas, vamos aos comentários faixa a faixa.

Continuar lendo “PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de setembro”

PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de maio

Oh, wow. Acabou maio. E agora que o blog está de vez de volta, bora retomar aquilo de uma playlist anual no Spotify com atualizações mensais? Yay! Sendo honesto, achei o mês bem legal, com vários e vários lançamentos capazes de fazer minha cabeça, grudentos e divertidíssimos nos fronts coreano e japonês. Yup, Japão finalmente resolveu acordar e entregar músicas ótimas nas últimas semanas, com álbuns de artistas e acts relevantes para competir quase de igual com a ilha vizinha, que ainda tem a maioria das tracks na lista, mas por uma diferença bem baixa em comparação com os primeiros quatro meses.

Sem enrolar mais, confiram o player abaixo e os meus comentários faixa a faixa…

Continuar lendo “PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de maio”

Com “4:44”, Park Bom segue ótima em seu retorno ao jogo (dessa vez, com a WheeIn, do Mamamoo)

O K-Pop é cheio dessas histórias onde eventos mal gerenciados resultam em decisões claramente estúpidas para quem olha com certo distanciamento. A da Park Bom, em especial, é uma das mais curiosas dos últimos anos, visto suas consequências terem sido desastrosas não só para ela, mas para seu antigo grupo, 2NE1. Acredito que boa parte da galera que acompanha esse nicho deve desconhecê-la, visto serem novos demais à época (bizarro pensar que tinha gente de, vá lá, 11, 10… 9 anos em 2014), então darei uma resumida rapidona.

A Park Bom foi “pega” num “escândalo de drogas”. Não um de verdade, como vários integrantes do BIGBANG, grupo masculino da mesma gravadora que segue firme até hoje mesmo com integrantes envolvidos em uso de substâncias ilícitas, assassinatos culposos, racismo público e cafetinagem. Sim, por terem descoberto que ela importava um tipo de medicamento não permitido dentro da Coreia do Sul.

Isso acabou sendo o suficiente para que parte das promoções do 2NE1 à época fossem paralisadas, com a Park Bom sofrendo ataques de civis pela internet e da imprensa. E essa decisão da YG Entertainment de “dar um tempo” no grupo se estendeu durante os anos seguintes, o que deve ter contribuído para a decisão da Minzy em não renovar o contrato com a produtora em 2016, com as 3 restantes continuando na geladeira por mais um ano e, só em 2017, oficializarem o disband do grupo.

Continuar lendo “Com “4:44”, Park Bom segue ótima em seu retorno ao jogo (dessa vez, com a WheeIn, do Mamamoo)”