Billlie tem o pior debut do ano com “RING X RING” (deveriam ter ido vender NFT também)

Com o final de 2021 se aproximando e o tempo de admissão pra categoria de rookie do ano no MAMA já passado, algumas empresas têm anunciado o debut de novos girlgroups para breve. Dentre os que estavam despertando mais hype na fanbase está o Billlie, da Mystic Story Entertainment.

Aqui, acho que vale uma explicação mais intensa para explicar o porquê do hype. A Mystic é a mesma gravadora do Brown Eyed Girls e já não trabalhava um girlgroup desde, bom, o Brown Eyed Girls. Em 2017, a empresa foi adquiria pela SM Entertainment, e já dessa época haviam especulações de que eles viriam com coisa nova.

Nesse meio tempo, a Mystic assinou com uma porção de trainees ligeiramente famosinhas, que eventualmente formariam esse novo grupo. Entre elas estão: Tsuki (ex-SM Entertainment e vencedora de um reality aí), Haram (também ex-trainee da SM), Suhyeon (ex-Produce 101, ex-MIXNINE, foi eliminada no último episódio, e atriz famosinha de doramas), Soomin (ex-Produce 101, ex-Kpop Star e 3ª colocada na ala feminina do MIXNINE, que acabou toda descartada pelo velho do YG que escolheu os meninos na final, e ex-futura-Weki Meki), a SuA (yup, aquela SuA ex-Future-2NE1 que deveria ter debutado no BLACKPINK mas aí foi chutada com as outras cinco, AQUELA SuA que levou uma surra da Yezy no Unpretty Rapstar) e a Takeuchi Miyu (ex-AKB48, ex-Produce 48).

Costurando essa linha do tempo, é bem provável que, para aproveitar DE VERDADE os burburinhos dessas minas todas, o Billlie deveria ter debutado, no máximo na mesma época que o IZ*ONE. Assim, essas participações todas ainda estariam mais ou menos frescas na cabeça do público. Mas deu tempo da MNET socar outro Produce, dessa vez masculino, passar por uma porção de escândalos e ainda fazer um OUTRO PROGRAMA, com o mesmo formato, mas com outro nome, para debutar um novo girlgroup pra breve. E nada do Billlie sair.

Nessa, rolou até da Miyu meter o pé da gravadora e ir tirar dinheiro de otário com NFTs.

Rolam várias teorias malucas de fãs na internet sobre o porquê desse grupo ter atrasado tanto (tem imagem promocional das garotas saindo desde o início do ano passado, pra vocês terem noção). Acho que a mais divertida de todas essas fanfics é a de que o SooMan tinha barrado o debut, pois quis gastar um tempo estudando o Loona para, eventualmente, trabalhar o aespa.

De qualquer forma, o Billlie enfim foi parido. Infelizmente, com a pior música de debut e o pior MV desse ano. Depois de trocentos parágrafos, finalmente confiram RING X RING:

Eu genuinamente achei isso aqui bem ruim. E nem é só pela expectativa alta acumulada.

“RING X RING” é ainda outro exemplar de “número mina fodona sombrio” que quatro em cada cinco girlgroups na atualidade têm lançado fitando replicar o sucesso do BLACKPINK. O instrumental até tenta dar uma variada nisso puxando prum eletrônico mais agressivo, mas o resultado é bem fraco. Ouço a música e tenho a impressão de que as seções dela não são suficientemente divididas para que identifiquemos de cara aquele efeito pop de “ó, aqui estão os versos”, “ei, isso está me levando pro refrão”, “puxa, esse refrão realmente se destaca do resto”, “caramba, que bridge legal” e por aí vai. Ela me passa a impressão de ser um grande barulhão do início ao fim, onde pouco se entende e nada se salva.

As integrantes até parecem ter uma capacidade vocal bacana, mas tudo se perde em meio a esse desastre pouco melódico e totalmente inexpressível ao final dos quase quatro minutos. Sem muitas papas na língua aqui: esse é o PIOR debut single desse ano, porque sequer é ruim o suficiente para fazer a volta e se tornar divertido pela sacanagem. É só péssimo e pronto.

Mesmo o videoclipe é esquisito de assistir. Me parece que eles desembolsaram uma grana para esses cenários coloridaços e detalhados, mas aí a pessoa na direção não soube o que fazer com eles e, no corte final, preencheu mais da metade da duração com os takes delas dançando naquele palco com luzes de boate. Não faz o menor sentido. Sorte teve a Miyu. E boa sorte para elas tentando rankear bem no Google, que provavelmente encaminhará as pessoas que pesquisarem por ela para alguma coisa da Billie Eilish.

“RING X RING” é uma merda. Além de ser mais uma adição ao bolão amórfico de lançamentos femininos try-hards desse ano que ninguém realmente consegue diferenciar entre si quem soltou qual bomba. Odeio dar uma de velho saudosista, mas que saudade de CINCO SEIS ANOS ATRÁS onde o K-Pop me oferecia todo o tipo de variedade sonora e eu não precisava ser refém do pop estadunidense. Agora, tá igual: um monte de gente segue as mesmas modinhas e não dá para criar expectativas, pois o que virá será praticamente idêntico de qualquer forma:

9 comentários em “Billlie tem o pior debut do ano com “RING X RING” (deveriam ter ido vender NFT também)

  1. Vou ter que concordar, a falta de variedade está matando o Kpop. Cada lançamento parece ainda mais derivativo, ainda mais indistinto, e tudo vira uma maçaroca de girl crush bate estaca, com maior ou menor qualidade, a depender da produção.

    Acho que é essencial para um nugu ter uma identidade musical bem construída, oferecer algo novo e criativo para cativar um público, o que é justamente a contramão do que os nugus atuais andam fazendo (lembra de quando os nugus da vida estouravam porque vendiam coisas diferentes? AOA, EXID, Brown Eyed Girls etc). Para os atos A-list, não importa, tendo o selo de uma big 3 vende independente do que seja (Next Level do Aespa tá aí para provar), mas se você não tem essa mesma folga, tem que dar um jeito de reinventar a roda para se destacar. Lançar esses números derivativos (com uma qualidade questionável ainda, pela ausência de qualidade na produção) não faz nada pela carreira dessas coitadas aí.

    Oferta e demanda, não é? Quanto mais oferecem essa bateção de prego no liquidificador, menos eu vou querer.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu não achei tão ruim não, acho que a faixa só foi mal produzida em alguns momentos. Mas tentaram sim dar um caráter único misturando o lance misterioso de terror com o bate estaca_ que infelizmente parece se perpetuar nos ggs, mas pra um grupo ao menos ser validado pelos de fora da bolha kpop( que é o que o kpop se transformou atualmente) e ter apoiadores que gostam desse tipo de música, pra ao menos manter um interesse específico no grupo.
    O nome do grupo é feio, mas vou dar uma chance do próximo lançamento, quem sabe elas se distanciam desse estilo.

    Curtir

  3. a Miyu tbm não ficou nesse grupo por ser crente kkkkk, inclusive muitos haters coreanos na época do PD101 criavam fake news relacionadas à isso, só estou surpresa dela ter se envolvido com esse esquema de nft, mas acho que deve ser MUITO lucrativo na Ásia.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s