Raspa no tacho (29/05): Oh My Girl, Everglow, Taemin, Rocket Punch e mais

De tempos em tempos, uma porção de trecos saem e, por algum motivo, como falta de relevância para encher um post inteiro, ou falta de tempo deste que vos escreve, acabam não dando às caras aqui quando deveriam. Juntem isso tudo num lugar só e, plim, temos a raspa no tacho.

Continuar lendo “Raspa no tacho (29/05): Oh My Girl, Everglow, Taemin, Rocket Punch e mais”

As esquecidas no churrasco do listão das melhores de 2020

2020 acabou tem uma semana já, mas antes de tocarmos em frente com as pautas desse blog, achei melhor fazer um compilado com 10 faixas que bem que poderiam ter entrado no top 100, mas acabaram de fora por motivos variados. Sem muita enrolação, vamos lá:

Continuar lendo “As esquecidas no churrasco do listão das melhores de 2020”

PLAYLIST | Asian Pop 2020: Update de setembro

Mês ótimo para o K-Pop, não? Ao menos uns seis ou sete bops implacáveis que, certamente, disputarão uma vaga nas partes finais do eventual top 100 aqui do blog em dezembro. E o J-Pop? Fuen, mas 2020 tá fuen pro J-Pop de novo, então tanto faz.

Vamos ao listão e aos comentários…

Continuar lendo “PLAYLIST | Asian Pop 2020: Update de setembro”

Em “One”, SuperM une duas músicas qualquer nota e entrega seu melhor release até então

Não estou tão por dentro do SuperM quanto vocês. Ouvi todas as músicas que eles soltaram às épocas de seus lançamentos e não gostei de nada. Ou por serem inespecíficas demais, ou por serem ultrajantemente ruins. E também não fui muito a fundo nas tretas envolvendo as fanbases individuais dos envolvidos (quando o som não chama atenção, todo o resto se apaga pra mim, é quase regra, Botopass). Então, pra mim, acaba sendo só mais um boygroup da SM, ainda que haja um intuito de “expansão do K-Pop nos EUA” por trás dele.

Dito isso, me surpreendi bastante com o mais recente comeback da unitOne entra para o hall de bons números masculinos desse ano, sendo ainda outro single de oppas que funciona muito bem dentro dessas limitações temáticas…

Continuar lendo “Em “One”, SuperM une duas músicas qualquer nota e entrega seu melhor release até então”