U-KNOW é um bandidão traído que quer se vingar da yakuza (ou algo assim) na ótima “Thank U”

U-KNOW (Yunho) é o meu TVXQ! favorito. Levando em conta o repertório solo reduzido da dupla de oppas, acho que ele costuma acabar com demos melhores que as do MAX (Changmin). E isso se repetiu agora, pois meio que caguei pro comeback do outro no ano passado e já estou todo “yooo, voa lesk” aqui pra Thank U, onde ele encarna um pistoleiro que foi traído pela yakuza e quer o sangue de seu chefe espalhado pelas paredes:

É bem provável que esse comeback chame mais atenção por conta desse MV espetacular do que pela música em si. O que é plenamente justificável, já que rolou uma superprodução por parte da SM, deixando alguns momentos dele, de fato, como algo cinematográfico (quem dirigiu deve ter passado horas estudando filmes do Park Chan-wook, rola até uma rima visual com “Oldboy”).

Contudo, “Thank U” também funciona bastante como música. Ela foge das modas atuais, com o U-KNOW cantando por cima de um instrumental dançante, misturando funk e electropop, algo comum ao TVXQ!, mas que poucos acts exploram hoje em dia, o que lhe dá um frescor interessante pra um treco de 2021. A letra é bem montadinha, com um ar Marina and the Diamonds de ir enumerando etapas ao longo dos versos. É divertido de ouvir, dá vontade de repetir e ir também dar uma conferida no mini, que também traz outras faixas interessantes de ouvir:

Enfim, bom comeback pro U-KNOW e bom saber que, já agora no início do ano, os artistas lá da Coreia do Sul estão optando por apostar em ideias que fujam das modinhas atuais em vez de só socar mais e mais repetecos que ninguém aguenta mais. Seria tosquíssimo se ele voltasse com algo assim de novo…

…quando todos sabemos que o que de melhor ele pode nos propiciar é isso…

HINO ❤

3 comentários em “U-KNOW é um bandidão traído que quer se vingar da yakuza (ou algo assim) na ótima “Thank U”

  1. Assisti o MV a primeira vez pela música, e a segunda vez pela ARTE.

    Faz tempo que não vejo um clipe legal assim, que tem uma história de verdade e que te prende (o último que me lembro foi 365 Fresh do Triple H), e um dos pontos que eu mais gostei foi o de integrar a coreografia naturalmente nas cenas, como se a luta fosse uma dança e vice-versa.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s