TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2019 [70-56]

Anteriormente nessa bagaça: após vários se sentirem transtornados com a presença de Park Bom e Cheetah nesse top… bom, quase nada aconteceu, com vocês aceitando calmamente minhas escolhas sem muito questionar. Bom senso, parabéns.

Mas duvido que isso ocorre dessa vez, comigo incluindo a música tema de Produce X-101 nesse ranking, comendo a posição de qualquer outra competidora séria… :v

Continuar lendo “TOP 100 | As melhores músicas do asian pop em 2019 [70-56]”

PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de maio

Oh, wow. Acabou maio. E agora que o blog está de vez de volta, bora retomar aquilo de uma playlist anual no Spotify com atualizações mensais? Yay! Sendo honesto, achei o mês bem legal, com vários e vários lançamentos capazes de fazer minha cabeça, grudentos e divertidíssimos nos fronts coreano e japonês. Yup, Japão finalmente resolveu acordar e entregar músicas ótimas nas últimas semanas, com álbuns de artistas e acts relevantes para competir quase de igual com a ilha vizinha, que ainda tem a maioria das tracks na lista, mas por uma diferença bem baixa em comparação com os primeiros quatro meses.

Sem enrolar mais, confiram o player abaixo e os meus comentários faixa a faixa…

Continuar lendo “PLAYLIST | Asian Pop 2019: Update de maio”

Lee Hi está gatinha e ordinária em “No One”

E aí que rolou comeback da Lee Hi ontem. Caso você aí seja novo no K-Pop e nem saiba quem é essa, não se preocupe, isso é totalmente aceitável, visto esse ser o primeiro lançamento dela em TRÊS ANOS. E nem vou entrar no mérito de que o “Seoulite” é um álbum fraco e que o último treco realmente legal dela tenha sido em DOIS MIL E TREZE. Sério, eu nem tinha entrado na faculdade ainda naquela época e agora já estou começando uma segunda graduação. Wtf, YG!

E se, antes, podiam usar aquela carta armadilha de que seus releases eram mais “artísticos” e “trabalhados”, “autorais”, por isso demandavam tanto tempo, qual a desculpa dessa demora para algo tão genérico quanto “No One”?

Continuar lendo “Lee Hi está gatinha e ordinária em “No One””